Tite vai poupar Neymar, Paquetá... e responde provocação de Trump com a mão estampada

Comentários()
Pedro Martins/MoWa
O treinador da Seleção Brasileira não gostou da provocação feita pelo presidente dos Estados Unidos

Após o treino da Seleção Brasileira realizada em Washington, nesta segunda-feira (10), Tite concedeu entrevista coletiva e abordou diversos assuntos: falou sobre Neymar, lesão de Fagner, Lucas Paquetá, o que espera do amistoso contra El Salvador nesta terça (11) e aproveitou para responder uma provocação feita pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

No final do mês de agosto, enquanto recebia o presidente da FIFA, Gianni Infantino, Trump provocou a equipe de Tite por causa da eliminação para a Bélgica, no Mundial de 2018: “O País do futebol... acho que vocês tiveram um probleminha recentemente”, afirmou para uma jornalista da Globo News.

Perguntado sobre o assunto, Tite abriu a sua mão para mostrar os cinco dedos e afirmou: “Minha resposta para o Trump é que temos cinco títulos mundias. Talvez historicamente ele possa se informar melhor”.

Tite também falou sobre a marca a ser atingida por Neymar, que deverá completar 91 jogos com a Seleção Brasileira, igualando o número de jogos feitos pelo Rei Pelé com a camisa Canarinho.

“Todas essas marcas são importantes. O atleta procura isso dentro do contexto. Mas também ter esse reconhecimento. Ter ele não é pecado, crescer não é pecado. Evoluir também é um processo de amadurecimento. Não estou defendendo ninguém. Estou dando a oportunidade de reinventar e crescer”.

Tite Neymar Seleção Brasil 06 09 2018 (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

“Neymar tem marcas importantes, extraordinárias. E um lado solidário que ele vai aos poucos colocando para fora. Ele deve participar apenas de uma parte do jogo amanhã. Temos que administrar alguns fatores. Jogar bem e vencer, contra qualquer equipe. Mas agora também de oportunizar atletas mais jovens”.

“Jogar para dentro é fácil, trabalhar os atletas para que eles tenham confiança estamos fazendo desde o primeiro dia. Quando eu era técnico de clube, sempre gostava que o técnico da Seleção tivesse um respeito para devolver em boas condições”, disse.

Atletas que podem entrar em campo na Copa do Brasil

Paquetá Brasil amistoso EUA 03 09 18 (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

Tite também garantiu que Lucas Paquetá e Dedé não irão atuar os 90 minutos do amistoso contra os salvadorenhos. Afinal de contas, no dia seguinte eles tentarão voltar a tempo de jogar os jogos de ida da semifinal da Copa do Brasil por Flamengo (vs Corinthians) e Cruzeiro (vc Palmeiras) na Copa do Brasil.

“Dedé não vai jogar o tempo todo'', garantiu. “Paquetá também não vai jogar um tempo que possa interferir. Temos que jogar e produzir bem, qualquer que seja o adversário”.

Fechar