"Temos que valorizar o ponto conquistado", diz Loss após empate com o Santos

Comentários()
© Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Corinthians mantém sua série negativa após a saída de Fábio Carille

Ainda não foi desta vez que o Corinthians voltou a vencer. Na noite desta quarta-feira (6), a equipe ficou apenas no empate com o Santos em 1 a 1, em Itaquera, e mesmo com a série de resultados negativos, o técnico Loss conversou com a imprensa e preferiu exaltar o ponto conquistado.

"Acredito que toda equipe que está atrás e empata tem um prazer maior. Até porque nós, ano passado, como vocês diziam, éramos o time do 1 a 0. Temos que valorizar o ponto conquistado, mas saber que podemos melhorar", disse.

"Até abrir o placar, o Santos apostou na transição ofensiva, com capacidade para isso, com atletas velozes, e até o gol controlamos bem. Quando fizemos o gol, eles se lançaram mais, a gente se retraiu, até mais que eu gostaria. Acabamos sofrendo o gol de empate", completou.

Com o empate, o Corinthians chega a 15 pontos, na oitava colocação no Brasileirão - em cinco jogos com Loss, o time venceu apenas uma vez, com um empate e três derrotas. 

Veja outros pontos da coletiva:

Queda de rendimento da defesa: "A gente vem, dentro do que podemos, de orientar, revisar em vídeo, mostrando para os atletas o que tem acontecido. Mas isso fica dentro do vestiário, até porque se abrir podemos expor fragilidades, mas temos cuidado, temos nos preocupado. São três jogadores da linha de defesa, mais o Cássio, isso gera dificuldades, até pela falta de treinamento que o calendário não deixa".

Chances desperdiçadas de Gabigol: "São situações do jogo. Teve momentos em que nós perdemos gols que não se espera perder. Para nós hoje, ainda bem que ele perdeu".

Comparações com Carille: "Comparação com o Fábio, pelo sucesso que ele teve, sempre é muito boa, mas a média dele é muito alta, pode até ficar injusto para eu que inicio agora. Em relação ao gol, o Rodriguinho acompanhou uma saída de bola, fez o acompanhamento. O Santos foi feliz no gol com a chegada do lateral da área, que não é comum".

Fechar