Spalletti pede punição ao culpados por ataque ao carro da esposa de Icardi

Comentários()
Getty Images
Envolvido em problemas com Wanda Nara, técnico diz que responsável precisa ser preso após ato

Mauro Icardi não consegue ficar afastado da mídia nas últimas semanas. O atacante argentino, após perder a braçadeira de capitão, ter se recusado a viajar para o duelo da Internazionale na Liga Europa e ter postado uma mensagem enigmática na última quinta-feira (14), o atacante viu o carro da sua esposa, Wanda Nara, ser atacado por um torcedor, de acordo com o jornal Gazzetta dello Sport.

Tudo isso acontece dias depois que Luciano Spalletti, técnico da Inter de Milão, reconheceu que Icardi se recusou a ser chamado para o jogo contra o Rapid Vienna, e não viajou com o elenco, em meio a indefinição do seu contrato, que ainda não foi renovado.

No entanto, apesar dos problemas expostos, o treinador pediu para que o responsável pelo ato seja preso e responsabilizado.

Luciano Spalletti Mauro Icardi Inter
Foto: Getty Images

"Espero que quem fez isso seja encontrado e preso porque é inaceitável", disse.

Spalletti ainda confirmou a ausência de Icardi no duelo deste domingo (17), contra o Sampdoria.

"Como o clube escreveu em um comunicado, Icardi tem um problema. Isso o impede de jogar e ele não estará envolvido porque tem um inchaço", disse.

"Foi uma decisão muito dolorosa (tirar a braçadeira de capitão). No entanto, se você tem um papel específico, o mais importante é ser justo. Tivemos que fazer tudo o que era justo e justo no interesse do time e da Inter. Somos muito abertos e honestos no vestiário".

 

Mais artigos abaixo

 

 

 

Fechar