Notícias Placares ao vivo
Manchester United

Solskjaer não se importa por recorde de 73 anos do Manchester United

10:20 BRST 07/01/2019
Ole Gunnar Solskjaer Manchester United 2018-19
Treinador interino não tem como alvo ultrapassar a marca de lenda do clube

No próximo domingo (13), o Manchester United vai a Londres para enfrentar o Tottenham, no Wembley. A partida marca o primeiro grande confronto dos Red Devils sob o comando de Ole Gunnar Solskjaer. Um resultado positivo da equipe de Manchester fará o técnico norueguês ultrapassar uma lenda do clube e se colocará como recordista absoluto dos Red Devils.

Ao conquistar a vitória sobre o Reading, pela FA Cup no dia 5 de janeiro, Solskjaer igualou o recorde de Sir Matt Busby, lendário ex-treinador dos Red Devils que conseguiu cinco vitórias consecutivas após assumir o cargo do Manchester United. Caso o time vermelho vença o super jogo contra os Spurs, Solskjaer ultrapassaria a marca de um dos maiores nomes da história do clube. Mesmo assim, Solskjaer disse não estar preocupado com a quebra do recorde.

"Eu não ligo. Não agora. Eu posso sentar daqui a 20 anos e ver os recordes que eu tenho. Enquanto estou trabalhando, eu nunca olho para trás no que estou fazendo. Nunca mesmo", falou Ole Gunnar.

O Tottenham está em terceiro lugar do campeonato com 48 pontos, já o United está em sexto, 10 pontos atrás do rival londrino. Vale lembrar que Solskjaer é o técnico interino até o fim da temporada, no United. Uma boa campanha pode render-lhe o cargo efetivo, mas ele precisará enfrentar a vontade dos dirigentes sobre Mauricio Pochettino, treinador dos Spurs, que é um dos preferidos para assumir o posto deixado por José Mourinho.

O norueguês encara a partida contra o Tottenham como um "verdadeiro teste" para ele e seus comandados. Ele ainda elogiou Pochettino e o estilo de jogo dos Spurs.

"Spurs fora de casa. Esse é um verdadeiro teste. Eles têm jogado muito bem essa temporada  e têm um grande estilo de jogo. Haverá muitas coisas para se observar. Ele [Pochettino] tem feito os jogadores atuarem bem durante as últimas temporadas. Precisamos olhar individualmente e coletivamente o time deles para jogarmos contra", analisou Solskjaer.