Sergio Ramos entende críticas e vaias no Real Madrid: "Tenho que estar eternamente agradecido"

Comentários()
Getty Images
Capitão da seleção espanhola também agradece Luis Enrique e analisa confronto com a Croácia

Um dos grandes zagueiros da história do Real Madrid e do futebol espanhol, Sergio Ramos tem uma carreira invejável, repleta de títulos, recordes, prêmios e feitos de respeito, mas também muitas polêmicas e situações desagradáveis.

Uma delas aconteceu recentemente. Vaiado em algumas partidas no Santiago Bernabéu, especialmente durante a péssima fase do Real Madrid com Julen Lopetegui, o capitão dos Blancos foi questionado sobre o assunto durante entrevista coletiva da seleção espanhola nesta tarde.

Pelo temperamento do zagueiro, alguns acreditavam que Sergio Ramos poderia dar uma resposta mais ácida, mas isso não aconteceu. "Nunca disse que as críticas e as vaias são injustas. Se o Bernabéu te vaia é porque crê que você pode dar muito mais. Vi grandes lendas serem vaiadas. Se em 14 anos me vaiaram um dia, tenho que estar eternamente agradecido. A pressão é para todos que estão há muito tempo jogando. Não levo para o lado pessoal", afirmou o zagueiro.

O Real, porém, não foi o único assunto da entrevista coletiva do defensor, obviamente. Sergio Ramos também falou sobre Luis Enrique, ao agradecer os elogios de seu comandante, e exaltou Asensio e Isco, seus companheiros no clube e na seleção.

Sergio Ramos Spain 2018(Foto: Getty Images)

"Me alegra que aqueles que sabem da minha dedicação por essa profissão sejam justos. Me gratifica que todos os treinadores que tive tenham falado bem de mim. Convidaria muita gente para passar um dia comigo e ver como vivo o futebol, para que falem sabendo o que estão falando. Respeito o futebol e trato de ser justo com ele", disse.

"Asensio e Isco são dois grandes jogadores. Isco vem de uma operação, mas não se perde a qualidade e a técnica. Pouco a pouco, eles vão chegar em suas melhores versões. Eles são muito importantes para o Madrid e para a seleção e espero vê-los em seus melhores níveis em breve", torceu.

Sobre o duelo com a Croácia pela Liga das Nações, nesta quinta-feira (15), às 17h45 (de Brasília), o zagueiro elogiou o adversário, atual vice-campeão mundial.

"Vamos enfrentar uma excelente seleção em um cenário único. Vamos tentar fazer as coisas bem para vencer. O adversário é uma seleção de excelente nível, que tem grandes jogadores e também um grande time. É uma partida para que quem gosta de bom futebol desfrute", finalizou.

Fechar