Notícias Placares ao vivo
Flamengo

Sem títulos, futebol carioca protagoniza brigas e confusões em 2017

11:00 BRST 16/12/2017
Flamengo Independiente Sul-Americana 13 12 2017
Clássicos e jogos envolvendo times do Rio de Janeiro tiveram registro de enfrentamento e até morte nesta temporada

O ano de 2017 pode ser considerado terrível para o futebol carioca. Sem nenhuma conquista, os clubes do Rio passaram em branco no cenário nacional mas a maior vergonha foi fora das quatro linhas. Brigas, confusões e provocações entre torcidas e dirigentes marcaram a temporada no Rio de Janeiro.

Nas arquibandas, dificilmente listar um clássico que não teve problema. Até mesmo Vasco e Botafogo, conhecido como o "clássico da amizade" proporcionou cenas lamentáveis aos cariocas.

O duelo, que ocorreu em fevereiro, válido pelo Campeonato Carioca, teve enfrentamento entre as duas torcidas e também contra a Polícia Militar que usou gás de pimenta para tentar conter o problema.


(Foto: Reprodução Internet)

Em São Januário, em um Vasco e Flamengo, houve quebra-quebra, invasão de torcida, brigas e até invasão ao gramado. Cenas que nos acostumamos a ver durante todo o ano. 

Em fevereiro, no Engenhão, num clássico entre Flamengo e Botafogo, um torcedor alvinegro foi assassinado após ser perfurado com um espeto de churrasco. Mulheres e crianças corriam desesperadas fugindo da confusão.

Como se não bastasse, fora de campo, os dirigentes, a quem deveriam dar o exemplo de civilidade e rivalidade sádia, também proporcionaram momentos lamentáveis. Trocaram farpas nas câmeras e através das redes sociais, provocações que fugiram da esfera esportiva.


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

Procuraram não se entender a cada clássico, por mando de campo, carga de ingressos ou qualquer que tenha sido o assunto, não houve diálogo respeitoso. Os Clubes também se provocaram exageradamente após eliminações durante o ano através de suas respectivas contas no Twitter. 

Enquanto isso, os torcedores de Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo sofreram com seus respectivos times que não levantaram sequer uma taça na atual temporada, deixando o futebol carioca passar mais uma vez em branco positivamente e aparecer apenas negativamente.