Sem Modric e com Mbappé: confira os finalistas do prêmio de melhor jogador do mundo do Globe Soccer Awards

Comentários()
Getty Images
Premiação é organizada pela Associação de Empresários de Jogadores (EFAA) e pela Associação de Clubes Europeus (ECA)

Ganhador do The Best, da Fifa, e do Goal 50, Luka Modric está fora da briga por mais um prêmio de melhor jogador do mundo em 2018. O craque croata não está entre os três finalistas do Globe Soccer Awards, premiação organizada pela Associação de Empresários de Jogadores (EFAA) e pela Associação de Clubes Europeus (ECA). Cristiano Ronaldo, Antoine Griezmann e Kylian Mbappé são os três que disputam a honraria, que será entregue em 3 de janeiro de 2019, em Dubai.

CR7 ganhou o Globe Soccer Awards quatro vezes, em 2011, 2014, 2016 e 2017. O gajo conquistou a Champions League com o Real Madrid, sendo o artilheiro da competição pela sexta vez seguida, na última temporada. Além disso, teve ótimos números em 2017/18.

Griezmann, por sua vez, teve uma temporada magnífica, ganhando a Liga Europa com o Atlético de Madrid e a Copa do Mundo com a França, sendo absurdamente decisivo com gols e/ou assistências em todos os jogos decisivos nas duas conquistas, e bateu recordes de lendas como Platini e Zidane.

Mbappé, por outro lado, brilhou no PSG, que conquistou tudo na França, apesar de novamente decepcionar na Champions League, e fez história na Copa do Mundo, jogando muito pelos Bleus e se destacando especialmente contra a Argentina, nas oitavas de final, e na decisão contra a Croácia. O jovem astro, segundo jogador mais caro da história do futebol, já é uma super estrela mesmo antes de completar 20 anos de idade.

Antoine Griezmann France Croatia World Cup 2018(Foto: GABRIEL BOUYS)

No entanto, chama muita atenção as ausências de Luka Modric e Mohamed Salah. O croata, que brilhou na conquista da Champions League com o Real Madrid e no histórico vice-campeonato mundial de seu país, ganhou o The Best e o Goal 50, mas sequer figurou entre os finalistas do Globe Soccer Awards. Já o egípcio, que foi espetacular com o Liverpool na última temporada, batendo o recorde de gols da Premier League e chegando na final da UCL, além de levar seu país para a Copa do Mundo pela primeira vez em 28 anos, foi bem nas duas premiações citadas, ficando no top 3 de ambas, mas também não ficou entre os finalistas do GSA.

Outras categorias

O Globe Soccer Awards também premia o melhor clube, o melhor treinador e o melhor empresário do ano. Entre os clubes, disputam Real Madrid (campeão da Champions), Atlético de Madrid (campeão da Liga Europa) e Liverpool (ótima campanha na Premier League e finalista da UCL). O Manchester City, campeão inglês quebrando recordes e sendo dominante com Pep Guardiola; e o Barcelona, que dominou a Espanha, ficaram de fora dos finalistas.

Didier Deschamps Frankreich 15072018(Foto: Getty Images)

Entre os treinadores, Didier Deschamps, campeão da Copa do Mundo com a França; Zinedine Zidane, tricampeão da Champions League com o Real Madrid; Diego Simeone, que segue seu magnífico trabalho no Atleti e ganhou a Liga Europa; Jürgen Klopp, dono de ótimo trabalho no Liverpool, com os feitos já citados da última temporada e comandante de um ataque que encantou o mundo; e Massimiliano Allegri, técnico da fortíssima Juventus, que conquistou pela quarta temporada seguida a dobradinha da Serie A e da Coppa Italia, sendo o sétimo Scudetto seguido, e ainda foi longe na Champions mais uma vez; são os finalistas.

Entre os empresários, Jorge Mendes, Jonathan Barnett e Stefano Castagna disputam a honraria.

Na última temporada, Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor jogador do ano, Zinedine Zidane o melhor técnico e Jorge Mendes o melhor empresário.

Fechar