Notícias Placares ao vivo
Brasil

Seleção não tem ataque definido e Richarlison chega acirrando disputa no setor

10:30 BRT 18/10/2018
Richarlison Brasil Argentina Amistoso Superclássico das Américas 16102018
Atacante tem agradado a comissão técnica e coloca pressão para cima de Firmino e Gabriel Jesus

O ataque foi um dos problemas da Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo da Rússia. Artilheiro da equipe que garantiu vaga no mundial, Gabriel Jesus não teve a mesma eficiência na competição. Desde então, o jogador passou a ter a posição contestada e viu Firmino crescer.
 
O jogador do Liverpool chegou a balançar as redes na Copa e depois de uma grande temporada ganhou um voto de confiança de Tite, que o levou para os quatro primeiros jogos da Seleção neste início de ciclo, visando a Copa do Mundo do Catar
 
No entanto, o treinador ainda busca uma formação e ideal e vem fazendo testes, contra a Argentina, por exemplo, Tite optou por escalar os dois juntos, o que não deu muito resultado. Jesus ficou mais preso pelo lado direito, e a bola chegou pouco em Firmino. 

(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)
 
O setor melhorou com a entrada de Richarlison, que deu mais dinâmica e apareceu duas vezes com perigo. O jogador do Everton, inclusive, foi convocado nas duas oportunidades pós Copa do Mundo e tem agradado a comissão técnica.
 
Além do faro de gol, Richarlison pode atuar em várias posições, mais agudo como um verdadeiro camisa 9, pelos lados do campo e até mesmo no meio. A comissão técnica entende que ele é vertical e procura sempre o gol independente do posicionamento. 
 

(Foto: Getty Images)
 
Ainda sem definir um esquema, o treinador está oportunizando e buscando alternativas, mas não é difícil apontar que Richarlison chegou para incomodar tanto Jesus quanto Firmino, que apesar de estar hoje um pouquinho a frente dos dois companheiros, não terá sossego e vai precisar mostrar serviço.
 
Até a Copa América, Tite terá pelo menos mais quatro jogos, no próximo mês, em novembro, a Seleção encara o Uruguai e mais um adversário indefinido. Em março de 2019 terá mais dois confrontos antes de definir a equipe que vai levar para a competição continental.