Scholes detona United, Mourinho, Pogba e Sanchez: "Até Messi sofreria nesse time"

Comentários()
Getty composite
Ex-meio-campista analisou momento atual do clube de Old Trafford e não poupou críticas às estrelas da equipe

Paul Scholes conhece o Manchester United. Entre 1993 e 2013, a presença do meio-campista na escalação dos Red Devils era comum, e o atleta disputou 718 partidas (o terceiro com mais jogos na história do clube) e conquistou a Premier League 11 vezes.

As glórias já estiveram mais presentes em Old Trafford, e atualmente o United luta para se manter entre os favoritos ao título inglês. Em entrevista à ESPN, Scholes analisou o momento da equipe e não poupou críticas ao técnico José Mourinho e a estrelas como Alexis Sanchez e Paul Pogba.

"Odeio dizer que 'na minha época era assim, fazíamos aquilo', mas observando o elenco de hoje não creio que exista uma falta de qualidade. Mas não há alguns jogadores de altíssimo nível como em outras equipes", disse o veterano de 43 anos.

"Parece que todo jogador que vem ao time acaba sofrendo. Acredito que se contratássemos Lionel Messi até ele sofreria nesse time", afirmou.

GFX Scholes Messi

Mourinho frequentemente é apontado como o culpado pelos problemas da equipe, que está na oitava posição da Premier League. O próprio Scholes afirmou em comentário anterior que o português estava envergonhando o clube. E as críticas ao técnico prosseguiram.

"Adorava assistir suas entrevistas, sua arrogância. Achava que ele era brilhante, mas aquele José não existe mais. Agora é só um José reclamão, o que é frustrante. Ele reclama dos jogadores e do que não tem. Mas olha só o que ele tem. José diz que é o melhor treinador do mundo, então deveria provar isto", disse o ex-jogador.

Jose Mourinho Manchester United 061020118(Foto: Getty Images)

Um dos maiores meio-campistas da história do United, Scholes vê Paul Pogba ser o grande nome do Manchester United no setor. E o veterano não poupou críticas ao francês.

"Quantos anos ele tem, 25? Ele faz coisas incríveis nos jogos, um ótimo passe ou drible, um toque decisivo. Daí, cinco minutos depois, ele comete um erro ridículo como se seu cérebro desligasse, como se tudo girasse ao redor dele porque mostrou o quanto é bom. Fica fácil enfrentá-lo por conta dessa arrogância", explicou Scholes, que também analisou o chileno Alexis Sanchez.

"Sei que ele tem qualidades e é um bom jogador, mas nunca o vi como jogador para o United. Para mim era um pouco egoísta, alguém que joga para si mesmo de vez em quando. Não acreditava que era o jogador que precisávamos, especialmente pelo dinheiro que foi investido (os Red Devils teriam desembolsado cerca de R$ 133 milhões em janeiro pelo atacante). Parece que a contratação só aconteceu para que o Manchester City não o trouxesse", disse.

Próximo artigo:
São Paulo 4 x 1 Mirassol: Tricolor sai atrás, vira o placar, vê expulsão de rival e garante goleada em estreia do Paulista
Próximo artigo:
Após rumores do PSG, Barcelona tem nova reunião com De Jong
Próximo artigo:
Vanderlei à venda? Torcida do Santos compra briga para dar recado a Sampaoli
Próximo artigo:
Klopp comemora vitória apertada do Liverpool na Premier: "Estou muito feliz"
Próximo artigo:
Modric afasta saída do Real Madrid: "tenho mais um ano e meio de contrato"
Fechar