Sánchez falta a exame antidoping, e Wenger aponta responsabilidade do Arsenal

Comentários()
Getty
Ausência do chileno pode resultar em punição para o jogador e clubes envolvidos

Parece que a polêmica transferência de Alexis Sánchez do Arsenal para o Manchester United ainda não chegou ao fim. Isso porque o jogador chileno não compareceu ao exame antidoping no dia em que concluiu a negociação, na última quarta-feira (24), o que pode resultar em punição para o atacante e os clubes envolvidos.

Questionado nesta sexta (26) sobre o assunto, o técnico Àrsene Wenger admitiu a responsabilidade do Arsenal no caso.

"Do lado administrativo, a culpa é nossa. Na segunda, muita coisa aconteceu. Foi um dia muito especial para Alexis com papeladas e viagem", afirmou.

"As negociações estavam acontecendo e foi um motivo especial para ele perder o exame. No geral, ele foi testado muitas vezes aqui. O mais importante é que a intenção foi certa. Ele e nem o clube tem nada para esconder", completou.  

Alexis Sanchez Arsene Wenger Arsenal Bournemouth
Foto: Getty Images

A princípio, não há evidências de má fé no caso, e acredita-se que os clubes simplesmente esqueceram de avisar que Sánchez não poderia comparecer ao exame. 

Como é de responsabilidade das partes justificar razões de faltas no controle antidoping, o cenário mais pessimista possível diz que o atacante pode ficar suspenso por 12 meses em caso de punição severa.

Fechar