Notícias Placares ao vivo
West Ham

Sakho critica racismo no West Ham: “Eles não querem jogadores negros”

22:39 BRST 02/02/2018
Diafra Sakho West Ham
Atacante deixou o clube inglês na última segunda (29) para defender o Rennes, da França

O atacante Diafra Sakho, que no início desta semana trocou o West Ham pelo Rennes, da França, resolveu se manifestar um dia após o clube inglês ter suspendido o diretor de transferências, Tony Henry, por suspeita de racismo. Em entrevista ao jornal Daily Mail, o senegalês criticou o clube e a diretoria e voltou a afirmar que sofreu com discriminação na equipe.

“Eles mentem para as pessoas, fingem que eu sou ruim porque tenho caráter. Eu sou um leão. Eles têm medo e agora todos vão ver por que eu quero sair desse clube, digo a todos os torcedores o que é verdade: eles não querem jogadores negros. Um por um vamos sair, boa sorte para todos do West Ham, logo a verdade vai aparecer, acredito na justiça”, declarou.

Em nota oficial, o West Ham repudiou a história: "O West Ham não irá tolerar nenhum tipo de discriminação e, portanto, atuou rapidamente por causa da natureza séria dessa afirmação. A família West Ham é inclusiva é quer que todos se sintam bem-vindos e incluídos, independentemente de gênero, idade, habilidade, raça, religião ou orientação sexual".