Ruud Gullit critica decisão de Maurizio Sarri de adiantar Kanté: "ele não é um artilheiro"

Comentários()
Getty Images
O lendário jogador holandês que atuou pelo Chelsea tanto como atleta, quanto como técnico falou que o novo papel do francês é "um pouco estranho"

Mesmo com 100% de aproveitamento na Premier League, o Chelsea não está imune às críticas. O ex-atleta e ex-técnico da equipe, Ruud Gullit chamou a atenção para o novo posicionamento e função de Kanté e o considerou "estranho". Além disso, não demonstrou tanto entusiasmo com a performance de Jorginho.

Gullit chegou a Stamford Bridge em 1995. Por lá jogou a temporada 1995/96, ao término dela assumiu o time como treinador-jogador e permaneceu no posto até 1998. O holandês, considerado um dos melhores meio-campistas do mundo nos anos 1980 e começo de 90, falou que a nova função de Kanté, que deixou de ser o homem mais recuado do meio e para atuar como meia pela direita, com liberdade para chegar à área, é "um pouco estranha". As informações são da BBC Sport.

"Um dos efeitos colaterais da chegada de Jorginho é que N'Golo Kanté agora tem um papel mais avançado. Isso é um pouco estranho. Ele não é um artilheiro. Ele marcou um gol nessa temporada, mas foi mais por acidente. Ele é um campeão do mundo e eu gosto mais dele mais recuado, como foi com a França", falou o ex-jogador.

Ele também analisou o jogo de Jorginho e não se mostrou muito impressionado com o ítalo-brasileiro.

"Ele esteve altamente envolvido no St James' Park [contra o Newcastle], mas em um jogo com esse o trabalho fica mais fácil de se fazer, passando a bola sem ser pressionado. Geralmente na Inglaterra, será necessário jogar em um ritmo mais rápido e será obrigado a tomar decisões mais rápidas. Não é fácil para construir as jogadas como na Itália. Até agora ele foi OK, mas vamos ver como ele vai pelo resto da temporada", afirmou o holandês de 55 anos.

Fechar