Notícias Placares ao vivo
Flamengo

Rueda muda sistema defensivo e Fla não sofre gols há três jogos

09:15 BRT 24/08/2017
Reinaldo Rueda Flamengo Botafogo Copa do Brasil 23082017
Treinador trocou a zaga e pediu para que os laterais subam menos ao ataque

O gol do Diego que garantiu a vitória do Flamengo sobre o Botafogo e carimbou o time na final da Copa do Brasil foi importante, mas o desempenho do sistema defensivo nos dois jogos chamou à atenção. Isso porque além dos dois confrontos contra o Alvinegro, no jogo do último final de semana, contra o Atlético-GO, o Flamengo também não sofreu gols chegando a uma sequência de três partidas sem ser vazado.

Para quem vinha enfrentamos graves problemas de marcação e sofrendo muitos gols, isso é um grande avanço. Mas se preocupar com a defesa é uma característica de Reinaldo Rueda, quando assumiu o Atlético Nacional, por exemplo, ele ficou os seis primeiros jogos sem tomar gols.

Isso explica o motivo do treinador ter improvisado Pará na lateral-esquerda mesmo com Miguel Trauco à disposição. O peruano é muito  bom no setor ofensivo, mas tem falhas graves na hora de recompor. Sem Renê, lesionado, Rueda deslocou Pará e pediu para que Rodinei evitasse as subidas e se preocupasse mais com a defesa.

"O Rueda já disse para eu ficar mais nesses jogos, porque a gente sabe que o Berrío ataca muito, pode ver que mudou a minha característica que é de muito ataque, eu estou mais marcando, segurar um pouco e como eu disse, estamos há três partidas sem sofrer gol. Agora é continuar trabalhando firme para buscar esse título ai da Copa do Brasil".

Na zaga, Rueda optou por segurança com Réver e Juan juntos. Mesmo com uma zaga teoricamente mais lenta, o Flamengo conseguiu neutralizar bem a equipe adversária. E claro que, nos dois jogos o Botafogo pouco produziu, assim como o Atlético-GO, mas seria um erro não dar méritos aos atletas que também tiveram a sua parcela no fracasso do ataque adversário. 

Se os laterais estão atacando menos, e na zaga sobra experiencia, o cão de guarda também tem seu papel decisivo. Cuellar cumpriu bem o papel defensivamente tanto no primeiro, quanto no segundo jogo. O volante não descansou, se movimentou bastante e foi providencial em alguns momentos. Ele acredita que o caminho para o crescimento da equipe é esse, cuidar da defesa e confiar na qualidadae do ataque.

"Desde que o Rueda chegou ele falou que a gente tinha que saber o momento que a gente tava, eu acho que não era o melhor, a gente foi consciente disso e tentou melhorar na parte defensiva porque a gente estava sofrendo muitos gols. Eu acho que esse é o caminho certo, daqui para frente, muita ordem na parte de trás, sabemos que na frente a qualquer momento, Guerrero, Everton, Diego como foi hoje, o Berrío, vai decidir, então a gente tem que estar fechado e não sofrer o gol".

Depois da classificação, o Flamengo vira as atenções para o Campeonato Brasileiro. Neste domingo(27), a equipe encara o Atlético-PR, na Arena da Ilha. Com 32 pontos, o Rubro-Negro é o quinto colocado na tabela e o Furacão o sétimo.


VEJA TAMBÉM: