Rony, Wesley, Viña: Palmeiras tira a zica antes do mata-mata

Comentários()
Goleada sobre o Bolivar na Libertadores dá rodagem para o elenco, com gols de três jogadores que ainda não tinham marcado pelo clube

Não restavam muitas dúvidas de que o Palmeiras teria uma classificação tranquila à segunda fase da Copa Libertadores, garantida com uma rodada de antecedência. Duas semanas depois de vencer o Bolívar em La Paz, o time brasileiro voltou a ganhar do rival, agora com um placar mais elástico. Mas a grande notícia para Vanderlei Luxemburgo é que a bola entrou para quem precisava entrar.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Na vitória por 5 a 0 sobre o rival boliviano na noite desta quarta-feira (30), três jogadores marcaram pela primeira vez com a camisa palmeirense.

O mais aguardado deles era o de Rony, grande reforço do time para a temporada e que ainda não conseguiu repetir as atuações que o fizeram tão desejado com a camisa do Athletico-PR. No seu 23º jogo com a camisa do clube, ele aproveitou cruzamento na segunda trave e tocou de cabeça para fazer o quinto gol do jogo, finalmente marcando com a camisa alviverde.

Wesley Palmeiras Bolívar Libertadores 30 09 2020

Wesley também deixou o dele de forma inédita no time principal, acertando bonito chute no ângulo do goleiro do Bolívar. Em sua 12º partida na equipe de cima, o atacante formado no clube teve sua grande participação ofensiva até aqui, não só anotando um gol, como dando duas assistências no jogo.

Viña, outra novidade da temporada, é mais um que ainda não havia balançado as redes desde que chegou ao futebol brasileiro. Apesar de ser lateral, o uruguaio chega muito na área e costuma finalizar bastante com sua perna esquerda. Agora, em seu jogo de número 20, o chute morreu lá dentro.

O técnico Vanderlei Luxemburgo rodou a equipe e deu chance para Bruno Henrique na equipe titular, com Gabriel Menino no banco. Lucas Lima é outro que ficou na reserva, com Raphael Veiga, autor de um gol, armando o time por dentro. Sem Luiz Adriano, armou o ataque com Rony, Wesley e Willian - o Bigode fez o primeiro da noite.

Mais artigos abaixo

Se o adversário não era exatamente um grande teste técnico para as pretensões do clube, a goleada serviu para dar moral para um time de placares tão econômicos, inclusive com os já citados gols de gente que vinha batendo na trave. Uma jornada importante mais pelo aproveitamento das chances do que exatamente por uma atuação de encher os olhos.

O Palmeiras chegou aos 13 pontos na liderança do Grupo B da Libertadores, e ainda não tem a primeira posição assegurada já que pode ser alcançado pelo Guaraní. O time paraguaio, com sete pontos, ainda tem dois jogos a fazer, e então pode alcançar os brasileiros. O Palmeiras fecha a primeira fase em 21 de outubro, novamente jogando em São Paulo, contra o já eliminado Tigre.

Fechar