Romero completa 100 jogos em Itaquera contra rival favorito e tenta se isolar como gringo mais vencedor do Corinthians

Comentários()
Alexandre Schneider/Getty
Maior goleador da Arena, paraguaio busca seu quinto título com a camisa do Timão

O Corinthians recebe o Cruzeiro, nesta quarta-feira (17), às 21h45 (de Brasília), em Itaquera, em jogo importantíssimo valendo o título da Copa do Brasil. Como perdeu o jogo de ida por 1 a 0, no Mineirão, o Timão precisará vencer por pelo menos dois gols de diferença para ser campeão no tempo normal ou pela vantagem mínima desde que também supere o time mineiro nos pênaltis. Para isso, uma das apostas do técnico Jair Ventura é o atacante Romero.

Embora não viva uma grande fase e não marque um gol há 16 jogos (desde o dia 1 de agosto, na vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, pelas quartas de final da Copa do Brasil), Romero conta a seu favor com o fato de o Cruzeiro ser a sua maior vítima desde que chegou ao clube alvinegro em 2014.

Romero Corinthians Botafogo Brasileirao Serie A 18072018
(Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Romero não tem uma grande média de gols pelo Corinthians (0,17), mas cinco dos seus 38 gols em 214 jogos pelo clube foram marcados contra o Cruzeiro. O primeiro deles aconteceu na estreia da campanha do título brasileiro de 2015. No ano seguinte, o paraguaio deixou a sua marca no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Já neste ano, foram três tentos: sendo um em amistoso durante a pausa para a Copa do Mundo e outros dois pelo primeiro turno do Brasileirão.

O duelo desta noite, aliás, será especial para Romero, afinal o camisa 11 atingirá a expressiva marca de 100 jogos na Arena Corinthians. Maior artilheiro da casa alvinegra, com 27 gols, o paraguaio é o terceiro que mais atuou no local, atrás apenas de Cássio (124) e Fagner (112).

Romero PS - Corinthians - 16/10/2018

Caso consiga ajudar o Corinthians a reverter a derrota do jogo de ida e sair com o título, Romero ainda se isolará como o estrangeiro com mais títulos pelo clube. Hoje, ele está empatado com o volante Freddy Rincón. Ambos foram campeões quatro vezes.

O colombiano ganhou o Brasileirão de 1998 e 1999, o Paulistão de 1999 e o Mundial de Clubes de 2000. Já o paraguaio foi campeão brasileiro em 2015 e 2017 e do estadual em 2017 e 2018.

Fechar