"Roma não podia dizer não à oferta de 65 milhões de euros por Alisson", diz Di Francesco

Comentários()
Getty Images
O ex-atacante e atual técnico da Roma acredita que o clube não poderia ter recusado a oferta do Liverpool

Treinador da Roma, Eusebio Di Francesco admitiu que o clube italiano precisou vender o goleiro Alisson para o Liverpool, já que não conseguiu cobrir à oferta do time inglês. 

O brasileiro se juntou a um dos principais clubes da Premier League após os Reds desembolsarem 65 milhões de euros (aproximadamente R$ 287 milhões) para contar com o atleta na equipe.

Alisson Liverpool 19 07 2018
(Foto: Divulgação/Liverpool)

No entanto, apesar da qualidade de Alisson, em entrevista ao site Sky Sports Italia, Di Francesco comentou que a equipe pouco pode fazer para manter o “guarda-redes” no elenco. 

"Os números do mercado mudaram, 65 milhões de euros por um goleiro aconteceu pela primeira vez, e não conseguimos dizer não. Sinto muito que tenhamos perdido um dos melhores do mundo, mas vamos tentar formar um time forte, independentemente", ressalta. 

Alisson desempenhou um papel fundamental com a Roma na temporada 2017/18: terminou em terceiro lugar na Serie A e chegou à semifinal da Champions League. 

Fechar