Roger é só mais um: desde Loco Abreu Botafogo não consegue segurar seus artilheiros

Comentários()
Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo
A última vez que o Glorioso manteve por um ano o seu goleador no Brasileirão foi de 2010 para 2011

Roger não será mais jogador do Botafogo. A notícia foi confirmada pelo próprio Internacional, que notificou o Glorioso no último sábado (25). Com isso, o clube de General Severiano sabe agora que não contará com o artilheiro do time no Brasileirão na próxima temporada, uma sina que cerca o estádio Nilton Santos há sete anos.

A última vez que o artilheiro do Botafogo em um Campeonato Brasileiro seguiu no clube durante toda a temporada seguinte foi entre 2010 e 2011, com o carismático Loco Abreu. Considerado um dos grandes ídolos do clube neste novo século, o uruguaio fez 11 gols no Brasileirão de 2010 e no ano seguinte aumentou a marca para 13 – coincidentemente o seu número da sorte.

Em 2012, já insatisfeito por não ser mais titular constante da equipe, o uruguaio foi emprestado para o Figueirense. Desde então, absolutamente todos os goleadores alvinegros não conseguiram emplacar uma outra temporada completa no clube depois de liderarem a artilharia.

Loco Abreu - BotafogoLoco Abreu é um dos grandes ídolos do Botafogo (Foto: Divulgação/Botafogo)

Em 2012, Elkeson fez 11 gols no Brasileirão e no final do ano foi negociado com o Guangzhou Evergrande, da China; Elias foi artilheiro em 2013, com 10 gols, mas foi negociado no início do ano seguinte. O paraguaio Zeballos não agradou os torcedores em 2014, mas foi artilheiro do Brasileirão pelo clube, com seis gols, e depois foi embora.

Na temporada 2015, o uruguaio Álvaro Navarro caiu nas graças da torcida com nove gols na caminhada do título na Série B. Entretanto, foi negociado para o futebol mexicano logo na sequência. Em 2016, Sassá fez 12 gols no Campeonato Brasileiro e, no decorrer do que é a temporada atual, foi negociado com o Cruzeiro. Roger é apenas o mais novo caso.

Enquanto isso, o torcedor botafoguense se pergunta quem será o homem gol para a próxima temporada. Brenner, que já fez cinco tentos e ocupou a posição de titular desde que Roger se ausentou para tratar de um tumor – já curado -, está emprestado pelo Inter até o final de 2018. Segundo o canal Fox Sports, o Glorioso também estaria pensando em trazer o experiente Rafael Moura, de 34 anos, atualmente no Atlético-MG.

Fechar