Richarlison não teme o Chelsea após vida no Brasil: "parece mais fácil"

Comentários()
Richarlison Watford
Getty Images
Atacante relembrou a sua infância antes de encarar os Blues neste sábado (22), na Premier League

Uma entrevista do atacante Richarlison, ex-Fluminense e atualmente no Watford, virou assunto na Inglaterra. Ao ser questionado se enfrentar o Chelsea, adversário do Watford deste sábado (21) na Premier League, assusta, ele relembrou da infância violenta em Nova Venécia, no Espirito Santo.

“Lembro que, quando estava crescendo no Brasil, uma vez um cara apontou uma arma para minha cabeça porque ele pensou que eu era um traficante tentando roubar o ponto de distribuição dele. Essa era minha vida. Então, jogar contra o Chelsea parece muito mais fácil”, disse o jogador ao “The Telegraph”.

Richarlison
Foto: Getty Images

“Esse tipo de coisa era natural na minha vida, então não ficava nem um pouco assustado. Era uma área muito difícil. Via drogas na minha frente todos os dias, assim como (ouvia) tiros”, acrescentou.

De acordo com Richarlison, foi o futebol que o tirou do caminho da criminalidade. 

"Eu tinha tudo para me tornar um traficante, mas meus técnicos eram da polícia. Como eles sabiam da onde eu era, eles sempre me aconselhavam para me afastar do mau caminho", revelou.

“Tínhamos casa pequenas, mas havia um quintal no fundo onde as pessoas costumavam esconder as drogas antes de vendê-las. Eles eram meus amigos, então não podia fazer nada contra eles. A maioria deles estava envolvida em vender maconha e outras coisas, mas eu nunca toquei naquilo. Alguns dos meus amigos daquela época estão na cadeia agora”, concluiu.

Com três gols em nove jogos, Richarlison vem ganhando destaque na Inglaterra. Atualmente, o Watford ocupa a quarta posição, com 15 pontos.

Fechar