Ricardo Goulart já aparece como grande referência do Palmeiras em 2019

Goulart Palmeiras Melgar Libertadores 12 03 2019
Getty Images
O meia-atacante ocupou a lacuna deixada com a lesão de Willian em 2018 e já aparece como jogador mais decisivo para o time até aqui

Header Tauan Ambrosio

Ricardo Goulart foi a principal contratação do Palmeiras para 2019, e além da expectativa gerada pelo futebol mostrado pelo Cruzeiro entre 2013 e 2014 – conquistando o bicampeonato brasileiro – também encontrou sucesso no futebol chinês especialmente sob o comando de Luiz Felipe Scolari no Guangzhou Evergrande.

Foram 57 gols e 34 assistências em 101 jogos na China sob o comando de Felipão – participação direta em 0,9 gols a cada partida. Um número de respeito, ainda que inserido em uma liga que não seja das mais fortes. Mas o início de Goulart neste Palmeiras de Luiz Felipe Scolari anima e já coloca o meia-atacante de 27 anos como um dos melhores do time, hoje talvez atrás somente de Dudu, craque na conquista do Brasileirão de 2018.

Depois da grande exibição desta terça-feira (12) na Libertadores da América, onde decidiu com gol e duas assistências nos 3 a 0 sobre o Melgar, do Peru, pela segunda rodada do Grupo F, Goulart talvez tenha chamado para si o mérito de ser até mesmo o melhor jogador do Palmeiras neste início de 2019. Atuando como principal articulador no 4-2-3-1 e titular nos últimos três de seus cinco jogos até aqui, o camisa 11 hoje é quem mais decide na equipe de Felipão.

Considerando Campeonato Paulista e Libertadores, Ricardo Goulart soma três gols e o mesmo número de assistências em cinco partidas. Nenhum outro jogador palmeirense decidiu mais vezes nesta temporada em que a equipe ainda busca a sua melhor forma. O jogador também supre a lacuna deixada pela lesão de Willian Bigode, no final de 2018. Na frieza dos números, até mesmo supera.

Sob o comando de Felipão, Willian disputou 14 partidas. Foram dois gols e três assistências considerando Campeonato Brasileiro e Libertadores – um nível mais difícil em relação ao momento da atual temporada. Jogou a maioria das vezes aberto pelos lados, quase sempre se aproximando e entrando dentro da área para finalizar.

Ricardo Goulart Jogos Gols Assistências
Libertadores 2 1 2
Paulista 3 2 1
Total 5 3 3

De qualquer forma, recuperado de lesão no joelho, Ricardo Goulart demonstra estar à altura das expectativas. Hoje é a referência técnica do time, ainda que o grande símbolo ainda seja Dudu - por tudo o que envolve a sua relação com o Palmeiras. Ocupou de forma absoluta, ainda que em posicionamento diferente, o vácuo deixado por Willian na parte ofensiva.

Fechar