Renato Gaúcho reclama de cera do Palmeiras: 'é um mal do futebol brasileiro'

Comentários()
Treinador do Grêmio se queixa da postura palmeirense no jogo de ida das quartas de final da Libertadores: "isso tem que ser combatido"

Renato Gaúcho se irritou com a 'cera' feita pelo Palmeiras na vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio no jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores da América. O técnico gremista crê que a tentativa de gastar tempo em momentos de vitória é algo típico do futebol brasileiro e faz duras críticas à arbitragem.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste grátis o serviço por um mês!

Em entrevista coletiva ao fim do jogo ocorrido na noite dessa terça-feira (20), o treinador demonstrou bastante irritação.

Mais artigos abaixo

"Isso é problema da arbitragem, é um problema que a gente tem. Eu assisto a todos os jogos do Campeonato Série A e Série B. É um mal que tem que ser combatido. Mas o que vou fazer? Normalmente, as equipes usam esta arma. Mas é o que eu falo, se o adversário quer fazer cera, não tem problema nenhum, desde que o tempo seja acrescentado. Não é desculpa, mas é um fato que vem acontecendo. Tem seis substituições praticamente, toda hora um jogador cai, um goleiro cai, cinco minutos de desconto", declarou.

"Hoje, as pessoas venceram, ficaram felizes. Mas cuidado, porque daqui a pouco pode ser picado pelo mesmo veneno, aí não adianta ficar reclamando. Mas é o mal do futebol brasileiro. Isso tem que ser combatido", acrescentou.

Fechar