Renato Gaúcho e os técnicos que ganharam a Libertadores como jogadores

Comentários()
Guillermo Barros Schelotto terá a chance de entrar para a seleta lista. Já, Gallardo poderá repetir feito pela segunda vez

Boca Juniors e River Plate entram em campo neste domingo (11), às 17h (Brasília), para disputarem a final inédita da Libertadores. Ao todo, nove títulos entram em campo juntos com os maiores clubes da Argentina: seis do Boca e três do River. Mas a taça desta edição poderá ser especial para o técnico do Boca, Guillermo Barros Schelotto. O treinador terá a chance de ser o nono comandante a conquistar o torneio como jogador e treinador. Confira a lista:

Renato Gaúcho:  Um dos grandes ídolos do Grêmio, Renato é considerado por muitos como o melhor jogador da história do clube. Campeão como jogador, em 1983, o treinador levou o time ao topo, em 2017 e se tornou o primeiro e único brasileiro a alcançar o feito.

Humberto Maschio:  Como jogador, Maschio ganhou a Copa Libertadores com o Racing, em 1967, e como treinador levantou a taça na edição de 1973, com o Independiente.

Roberto Ferreiro:  O ex-jogador venceu a Libertadores como jogador com o Independiente nas temporadas 1964 e 1965. Dez anos mais tarde, ganhou o título como treinador da equipe, em 1974.

Marcelo Gallardo:  Campeão com o River Plate, em 1996, contra o América de Cali; Gallardo retornou ao time do coração para ganhar a competição, em 2015, no comando do River.  E agora, poderá levantar outro caneco com a equipe, e em cima do maior ríval, o Boca.

Marcelo Gallardo River Plate Gremio Copa Libertadores 23102018
(Marcelo Gallardo / Foto: Getty Images)

Luis Cubilla: o uruguaio se tornou um símbolo da Copa Libertadores. Como atleta ganhou três campeonatos, dois com Penarol, em 1960 e 1961. Já no elenco do Nacional, levantou o caneco, no ano de 1971. Como técnico conquistou dois títulos com o Olimpia do Paraguai, em 1979 e 1990.

Juan Mujica: Referência histórica no Nacional do Uruguai; como jogador, Mujica ganhou o título, em 1971. Já em 1980, como treinador, conquistou outro título com o clube após vencer o Internacional de Porto Alegre. 

José Omar Pastoriza:  ídolo do Independiente de Avellaneda e respeitado na Venezuela por ser conhecido como um dos símbolos de exemplo em campo, Pastoriza foi campeão como jogador, em 1972, e como treinador, em 1984.  

Nery Pumpido: o ex-atleta é lembrado pelos argentinos graças ao título da Copa do Mundo de 1986 no México. Naquele mesmo ano Pumpido foi o goleiro do River que venceu a Copa Libertadores contra o América de Cali. Já em 2002, o treinador ganhou a competição com o Olímpia do Paraguai. 

Próximo artigo:
River x Boca: jornal chega a anunciar, mas final da Libertadores não terá horário alterado
Próximo artigo:
Boca x River é a maior final da história da Libertadores? Veja todas as decisões
Próximo artigo:
Fagner tem melhor média de assistências pelo Corinthians no Brasileirão
Próximo artigo:
Arthur fala sobre ter atuado no ‘papel de Casemiro’: “vale tudo para ajudar a Seleção”
Próximo artigo:
Ao encerrar o 2018 da Seleção Brasileira, Tite revela sensação de paz
Fechar