Os sul-americanos na Copa do Mundo 2018. Pela 1ª vez desde 2006, não há um na semifinal

Comentários()
Fred Lee/Getty Images
Tudo o que você precisa saber sobre o desempenho de Argentina, Brasil, Colômbia, Peru e Uruguai na Rússia. Por que eles estão fora das semifinais?

banner Copa 2018

A Copa do Mundo 2018 não tem um sul-americano na semifinal pela primeira em 12 anos. As eliminações de Brasil e Uruguai nas quartas de final faz com que haja somente europeus entre os quatro melhores do torneio.

É a primeira vez que algo assim acontece desde 2006, quando Alemanha, Itália, Portugal e França estiveram entre os quatro melhores.

Em 2010, havia uma seleção da América do Sul na semifinal. O Uruguai perdeu para a Holanda nas quartas de final por 3 a 2 e deixou a África do Sul como quarto colocado.

Na Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil, a equipe anfitriã foi eliminada na semifinal ao perder por 7 a 1 para a campeã Alemanha. A Argentina venceu a Holanda nesta fase e foi derrotada pelos germânicos na decisão no Maracanã, no Rio de Janeiro.

A Goal Brasil preparou um trabalho mostrando tudo sobre a campanha de cada seleção da América do Sul em 2018. Veja abaixo:


PERU


PAOLO GUERRERO
(Foto: Getty Images)

O Peru foi a primeira seleção sul-americana a cair na Copa do Mundo da Rússia. Com bons jogadores, a equipe comandada por Ricardo Gareca até tinha condições de avançar na fase de grupos. Mas uma escolha do técnico e um pênalti perdido podem ter acabado com a chance do elenco.

Na primeira rodada, quando perdeu para a Dinamarca por 1 a 0, os peruanos não contaram com Paolo Guerrero entre os titulares por opção da comissão técnica. A ausência do jogador mudou o rumo do jogo ao lado de penalidade desperdiçada por Cueva. No jogo seguinte, a equipe perdeu para a França e, na última rodada, venceu a Austrália.


ARGENTINA


Lionel Messi Argentina France Francia World Cup  2018 30062018
(Foto: Getty Images)

A Argentina por pouco não deixou a Copa do Mundo 2018 na fase de grupos. O empate em 1 a 1 com a Islândia na estreia e a derrota por 3 a 0 para a Croácia na rodada seguinte quase eliminaram os hermanos do Mundial. Na última rodada, o time venceu a Nigéria por 2 a 1 e garantiu a chegada às oitavas de final.

Com um time muito desorganizado e uma clara ruptura entre elenco e treinador - Jorge Sampaoli -, a Argentina foi eliminada nas oitavas de final da Copa do Mundo. A derrota para a França por 4 a 3 tirou a equipe da Rússia. Lionel Messi teve atuações muito apagadas e foi bastante criticado pela atuação à frente do ataque argentino.


COLÔMBIA


James Rodríguez
(Foto: Getty Images)

A Colômbia perdeu na estreia do Grupo H para o Japão (2-1), mas conseguiu mudar o seu panamorama e chegou às oitavas de final da Copa do Mundo como líder, ao vencer Polônia (3-0) e Senegal (1-0). Com um futebol de velocidade e baseado na qualidade de James Rodríguez, os Cafeteros tiveram problema justamente no segundo ponto. O atleta que defende o Bayern de Munique se lesionou e ficou fora de jogos importantes, inclusive no que culminou na eliminação da equipe.

Além da ausência do camisa 10, faltou pontaria na cobrança de pênaltis. Após o empate em 1 a 1 no tempo normal e também na prorrogação, os colombianos perderam nas penalidades (4-3) para a Inglaterra. Carlos Bacca e Matheus Uribe desperdiçaram as cobranças para a Colômbia.


URUGUAI


Uruguay France
(Foto: Getty Images)

A ausência de Edinson Cavani foi ponto-chave para a queda do Uruguai nas quartas de final da Copa do Mundo. O time comandado por Óscar Tabárez venceu Egito (1-0), Arábia Saudita (1-0) e Rússia (3-0) na fase de grupos. Voltou a obter um triunfo diante de Portugal (2-1) nas oitavas de final.

O grande problema para a Seleção Uruguaia veio justamente na primeira fase de mata-mata. Edinson Cavani sofreu um problema na panturrilha e se ausentou das quartas de final. Sem a sua principal arma ofensiva, o Uruguai saiu de campo derrotado por 2 a 0 para a França.


BRASIL


Neymar Brazil Belgium 06072018 World Cup
(Foto: Getty Images)

A Seleção Brasileira teve um início complicado. Depois de empatar em 1 a 1 com a Suíça e vencer Costa Rica (2-0) e Sérvia (2-0), o Brasil bateu o México (2-0) nas oitavas de final e chegou às quartas de final como grande favorito ao título da Copa do Mundo.

Esta talvez é a eliminação mais complicada de se explicar. Com apenas um titular ausente - Casemiro estava suspenso -, o time de Tite caiu para a Bélgica ao perder por 2 a 1 nas quartas de final.

Fechar