Quem tem sangue de barata? O lado "nervosinho" de Cristiano Ronaldo

Comentários()
MARCO BERTORELLO/AFP/Getty Images
A comemoração "huevos" do português contra o Atlético de Madrid não foi a única vez... relembre!

O roteiro que marcou a mais espetacular noite de Cristiano Ronaldo com a Juventus, até aqui, foi construído com muitas provocações. Após derrota por 2 a 0 dos italianos no jogo de ida das oitavas de final da Champions League, contra o Atlético de Madrid, o português não fez questão de esconder a sua cabeça quente e provocou o clube da capital espanhola: “Eu tenho cinco Champions, o Atlético tem zero”, disse aos jornalistas enquanto deixada o estádio Wanda Metropolitano.

No duelo de volta, fez os três gols que garantiram a classificação à Velha Senhora e, após o apito final, repetiu a comemoração provocativa feita por Diego Simeone, do Atleti, semanas antes: levou as duas mãos na direção de suas genitais, na intenção de dizer que não lhe faltam ‘cojones’. A resposta, entretanto, garantiu multa no mesmo valor do técnico argentino do alvirrubro de Madri: € 20 mil por infração ao código de conduta da UEFA.

Mas esta não foi a primeira vez que CR7 não conseguiu segurar as emoções diante das câmeras. Seja comemorando gols ou insatisfeito com perguntas da imprensa, o camisa 7 tem um histórico de ‘nervosinho’. Especialmente quando sente-se atingido por alguma provocação. Abaixo, relembre outros episódios em que o madeirense criou polêmica.


Recado para Messi na Copa do Mundo


Cristiano Ronaldo GOAT Portugal Espanha Copa do Mundo 21 03 2019(Foto: Getty Images)

Quando fez o primeiro de seus três gols na estreia de Portugal na Copa do Mundo de 2018, contra a Espanha, CR7 primeiro deu o salto com aterrisagem de braços abertos, sua marca registrada. Mas logo depois levou a mão ao queixo, fingindo acariciar uma barbicha. O recado foi entendido logo depois: era uma referência à sigla G.O.A.T, que na leitura direta significa “bode” em inglês, mas cujo significado é Best of All Time – melhor de todos os tempos, na tradução. Nos jogos seguintes, Cristiano até deixou crescer um pouco de barba em seu queixo.


Resposta a Messi com a camisa


Cristiano Ronaldo Barcelona Real Madrid Supercopa 13082017(Foto: Getty Images)

Em 23 de abril de 2017, Messi deu um show particular no Santiago Bernabéu e comemorou o seu último gol tirando a camisa e exibindo-a aos torcedores madridistas. Cristiano Ronaldo guardou aquela cena. Cerca de quatro meses depois o português devolveu a provocação aos torcedores catalães. Após fazer o segundo gol na vitória por 3 a 1, o luso tirou a camisa e a exibiu para os barcelonistas presentes ao Camp Nou. Recebeu o cartão amarelo e, pouco depois, seria expulso. Revoltado, empurrou o juiz e acabou recebendo punição de cinco partidas.


Calma, calma... Eu estou aqui


Cristiano já havia utilizado anteriormente a comemoração na qual, de forma debochada, pedia calma e falava que ele estava lá. Mas em 2015, ao estufar as redes do Barcelona dentro do Camp Nou, a vibração causou polêmica. O português abriu a contagem, mas o Barça virou e venceu por 2 a 1. A Liga Espanhola chegou a estudar uma punição ao português nos dias que seguiram.


“Siiiiiiiiiiiiiiii”


Caricature - Cristiano Ronaldo, peraih Ballon D'or 2014

A cerimônia da entrega do prêmio Bola de Ouro é conhecida pela formalidade, mas após receber a honraria em 2015, CR7 chegou a assustar os mais distraídos ao finalizar o seu discurso vencedor com um grito que entrou para a história: “Siiiiiiiiiiii!!!!”. Muitos viram naquilo uma provocação aos críticos que diziam que Lionel Messi que merecia o prêmio. Curiosidades do destino, o argentino retomou para si o prêmio meses depois.


Saia-justa com fabricante de camisa


Cristiano Ronaldo Real Madrid Champions League 2015-2016(Foto: Getty Images)

Foi de Cristiano o pênalti que garantiu, em 2016, o título da Champions League disputado nas cobranças alternadas contra o Atlético de Madrid. Após estufar as redes e garantir o troféu, o português tirou a camisa do Real Madri e atirou para longe. A Adidas, que confecciona a peça, não gostou nada da atitude.


Atirador de microfone


Antes da seleção portuguesa conquistar a Eurocopa em 2016, a equipe lusa quase foi eliminada na fase de grupos. E durante aquele período, CR7 não escondeu a tensão que cercava o grupo. Ao ser provocado por uma pergunta de um veículo de comunicação satírico, o craque tomou o microfone das mãos do repórter e atirou em um lago que estava perto.


Agressão e provocação à torcida


Cristiano Ronaldo Jose Angel Crespo Cordoba Real Madrid La Liga(Foto: Getty Images)

Em 2015, Cristiano Ronaldo se desentendeu com o brasileiro Edmar, do Córdoba, e trocou agressões com os adversários. Expulso de campo, recebeu inúmeros xingamentos dos torcedores do time mandante... e respondeu apontando para a insígnia de campeão do mundo, presente na camisa madridista após conquista sobre os argentinos do San Lorenzo. Dias depois, Cristiano reconheceu o exagero e pediu desculpas.


Nem Mourinho escapou!


Cristiano Ronaldo Real MAdrid Chelsea 2013(Foto: Getty Images)

Pouco antes de um amistoso entre Chelsea e Real Madrid, em 2013, José Mourinho deixou evidente que a relação com o conterrâneo havia degringolado ao afirmar que “Ronaldo de verdade, só o brasileiro”. O português fez gol na vitória por 3 a 1 e, com uma cara de deboche, comemorou apontando para si, em uma clara provocação ao treinador português.

Fechar