Notícias Placares ao vivo
Cruzeiro

Quem deve ser o novo técnico do Cruzeiro? Adilson é o preferido

10:53 BRST 29/11/2019
Abel Braga Cruzeiro 2019
Com a saída de Abelão, o Cruzeiro deve anunciar seu quarto treinador no ano em instantes: Adilson Batista parece ser o favorito

Abel Braga não resistiu à derrota em casa por 1 a 0 contra o CSA, e, a três rodadas do final, o Cruzeiro está novamente buscando um novo treinador. Contratado para tentar dar um choque no elenco e tirar a Raposa da zona do rebaixamento, Abelão só piorou as coisas: devolve o cargo com o clube mais perto de ser rebaixado do que de escapar.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste o serviço por um mês grátis!

Após o duelo contra o CSA, Abel se recusou a dar entrevista, alegando estar abatido com o resultado. Na ocasião, Valdir Barbosa, diretor de comunicação do Cruzeiro, negou a possibilidade de demissão e falou que o até então treinador do clube falaria com a imprensa nessa sexta-feira, em uma coletiva.

Afirmou Valdir: "O Abel está bastante tenso e preferiu não se pronunciar hoje, falando ‘como que eu vou explicar, vou dizer o que no momento como esse?’ O momento é desastroso, é extremamente preocupante. Mas a possibilidade de reabilitação existe. Enquanto houver jogos a gente tem que acreditar."

O principal nome especulado para o lugar de Abel Braga é o de Adilson Batista. Recém-demitido do Ceará, o paranaense de Adrianópolis já teve uma excelente passagem pelo Cruzeiro, de 2008 a 2010, quando comandou o clube por quase 200 partidas, tendo um aproveitamento muito positivo de 63,7%, além de ter levado a Raposa até uma final de Libertadores.

Adilson, já acertado com o Cruzeiro, segundo a UOL, retornaria como uma última tentativa de salvar o clube, trazendo consigo essa "mística" cruzeirense.

Outro nome bem avaliado pela diretoria, segundo a Rádio Itatiaia, é Odair Hellmann, ex-Internacional. O "Papito" assumiu o Colorado no fim da Série B de 2017, após demissão de Guto Ferreira, e fez um bom trabalho, recolocando o clube gaúcho na elite do futebol brasileiro.

Abelão assumiu o posto no dia 27 de setembro: após dois meses de trabalho, e a três jogos do fim da temporada, deixa o clube com duas vitórias, oito empates e quatro derrotas em 14 partidas, todas válidas pelo Campeonato Brasileiro.