Quanto Tchê Tchê vai custar ao São Paulo? Veja o valor total

Tchê Tchê São Paulo Atlético-MG Brasileirão 16122020
Rubens Chiri/São Paulo/Divulgação
O jogador, pedido de Cuca em 2019, terá um impacto significativo aos cofres do clube

E o São Paulo, em grave crise financeira e com quase R$ 600 milhões em dívidas, tem mais um problema para resolver: uma dívida de cerca de R$ 22 milhões com o Dínamo de Kiev, em relação à contratação do meio-campista Tchê Tchê.

Após início de ano complicado em 2019, com eliminação na Copa Libertadores, demissão de André Jardine e vários reforços não conseguindo corresponder dentro de campo, o time acertou com Cuca para o Campeonato Brasileiro, remodelou o elenco com a subida de vários jogadores da base e abriu os cofres para reforçar o grupo. Nomes como Vitor Bueno, Raniel e Tchê Tchê chegaram a pedido do treinador, enquanto o time também acertou com Juanfrán, Alexandre Pato e Daniel Alves.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Na época, o São Paulo teria acertado a contratação de Tchê Tchê com o Dínamo de Kiev por cinco milhões de euros (R$ 22 milhões, na cotação da época), a serem pagos de maneira parcelada. Com problemas no fluxo de caixa, porém, o time atrasou algumas das prestações e os ucranianos resolveram entrar na Fifa para cobrar as pendências.

Tchê Tchê São Paulo Red Bull Bragantino 06 01 2020

Esperando o dinheiro da venda de Lucas Pratto - valores atrasados pelo River Plate -, o Tricolor, no início de 2020, mandou um e-mail explicando que dividiria uma das parcelas - que correspondia a 1,5 milhões de euros na época - em três novas prestações de 500 mil euros. Mas o Dínamo de Kiev não concordou com o modelo de negócio e entrou na Fifa em relação ao atraso do valor total.

Agora, para evitar uma possível sanção da Fifa - em que poderia ficar até proibido de contratar -, a nova gestão Júlio Casares anunciou que irá conversar diretamente com a equipe ucraniana para tentar renegociar a dívida, evitando novas complicações.

Não é a única dívida que a diretoria do Tricolor vem tentando pagar neste início de gestão: o time também chegou a um acordo com o Athletico-PR pelo atraso no pagamento de uma das parcelas pela contratação de Pablo. A pendência será abatida ao longo do ano.

Valores totais pela compra de Tchê Tchê

No total, a negociação que estava prevista em cinco milhões de euros (R$ 22 milhões na época da contratação) pode acabar tendo um custo muito maior para o São Paulo.

Parte dos cinco milhões de euros (1,75 milhões de euros) foi pago no prazo correto (cerca de R$ 11 milhões, nas cotações atuais). Mas foi só isso que o Tricolor desembolsou até o momento.

A dívida com o Dínamo de Kiev está avaliada, segundo a UOL, em 3,25 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões, nas cotações atuais). Assim, só contando o que foi pago até o momento e o valor da dívida, o clube deve desembolsar R$ 33 milhões pela contratação de Tchê Tchê - orçada em R$ 22 milhões na época do acordo.

E ainda cabe aos ucranianos aceitarem o acordo - é possível que o time prefira entrar na Fifa e não aceite renegociar a pendência. Esses valores, então, podem crescer ainda mais.

Fechar