Qual foi o legado de Portugal na Copa do Mundo de 2018?

Comentários()
cavani Cristiano Ronaldo Portugal Uruguai Copa do Mundo 30 06 2018
Getty Images
Pés no chão, mas se permitindo ao sonho, os lusos deram um pequeno e importante passo apesar da eliminação

banner Copa 2018

Header Tauan Ambrosio

“Conquista o sonho”. Foi com este slogan que a seleção portuguesa chegou na Rússia para a disputa da Copa do Mundo.

Ao longo das várias entrevistas coletivas concedidas desde então, o discurso jamais foi alterado. Confiança para se ver como um dos candidatos ao título, afinal de contas quem tem Cristiano Ronaldo sempre terá a possibilidade de alcançar voos altos; mas pés no chão de garantir que não estava entre os favoritos.

O primeiro grande objetivo era passar pela fase de grupos. A equipe de Fernando Santos conseguiu, embora com grandes dificuldades e até mesmo um pouco de sorte – já que o Irã esteve a centímetros de uma vitória por 2 a 1 que eliminaria os lusos antes mesmo das oitavas de final.

Goal 50 Revelado: Os 50 Melhores Jogadores do Mundo

A segunda missão, alcançar ao menos as semifinais, como fizeram os times treinados por Otto Glória e Felipão respectivamente em 1966 e 2006 – quando Portugal teve suas melhores campanhas. Mas essa não deu para cumprir.

Decepção pela queda, mas ‘cabeça erguida’ por ter sido contra uma equipe tradicional como o Uruguai. Se em 2014 foi eliminado na fase de grupos, o resultado de agora ao menos se iguala a 2010.

Portugal Uruguai Copa do Mundo 30 06 2018 (Foto: Getty Images)

Antes de iniciar a campanha em 2018, Portugal havia passado da primeira fase apenas três vezes em três participações (1966, 2006 e 2010). Em sua sétima Copa, a equipe das Quinas desequilibrou o empate: agora tem um histórico de chegar mais vezes ao mata-mata.

Por isso, ainda que as boas lembranças tenham se restringido mais ao orgulho do início espetacular de Cristiano Ronaldo e a histórica exibição do craque contra a Espanha, no empate em 3 a 3, o saldo geral é de que Portugal deu mais um pequeno passo no caminho para se firmar como uma seleção de respeito nos Mundiais.

Cristiano Ronaldo Portugal Espanha 15 06 2018 Exibição de CR7 contra a Espanha foi o ponto alto de Portugal (Foto: Getty Images)

Entretanto, dentre as suas melhores campanhas esta foi a pior. Porque a seleção que chegou nas oitavas de final em 2010, contra a Espanha, terminou com um saldo de gols em +6 (fruto dos 7 a 0 aplicados contra a Coreia do Norte) em um grupo que ainda tinha o Brasil – com quem os lusos empataram sem gols.

A missão agora é dar sequência a este trabalho, e renovar alguns nomes já pensando em 2022. Afinal de contas, o último suspiro da geração que brilhou em 2006 e ajudou na conquista da Euro 2016, foi dado.

Fechar