PSG: "Neymar e Mbappé ficam, 2000% de certeza", diz presidente

Última atualização
Getty Images

Haverá um clube com cacife o suficiente para tirar Neymar e Mbappé do Paris Saint-Germain no futuro? Pode até ser que sim, mas o clube francês está bem confiante de que essa possibilidade ainda está longe de acontecer. E o presidente Nasser Al-Khelaifi fez questão de garantir que isso não preocupa o Paris.

Em entrevista ao jornal Le Parisien, o dirigente falou sobre alguns planos futuros do clube, que aposta na dupla de craques para almejar voos maiores nas próximas temporadas, e bate o martelo sobre a permanência dos dois.

"Não, não é 100%, mas 2000% de chance que eles (Neymar e Mbappé) ficarão em Paris", afirma o catariano. "Parte da imprensa, especialmente na França, diz que precisamos vender Neymar ou Kylian, mas quero confirmar que tanto um como o outro ficam aqui."

O clube está enfrentando o escrutínio atento por parte da UEFA, que reabriu investigações sobre supostas irregularidades do PSG quanto ao Fair Play Financeiro, o que acarretaria em novas multas e sanções mais pesadas, como até a exclusão da equipe de torneios continentais.

No Parque dos Príncipes, no entanto, a ideia é de que nem mesmo novos reforços de peso possam chegar a partir da próxima temporada.

"Se podemos fazer uma grande contratação? Sim, claro", continuou Al-Khelaifi. "Sempre vamos querer contratar, contanto que respeitemos os padrões do fair play financeiro. Estamos confiantes, pois temos as condições para isso."

Enquanto Neymar se recupera de nova lesão no pé, Mbappé segue como o principal jogador do Paris na temporada, liderando a tabela de artilheiros da Ligue 1 2018/19 com 20 gols marcados. Neste sábado (23), ele volta a campo para encarar o Nîmes, a partir das 13h (horário de Brasília).