Presidente do PSG é investigado por escândalo de corrupção

Comentários()
Getty
Nasser Al-Khelaifi e ex-secretário da Fifa, Jerome Valcke, são investigados pela Justiça da Suíça

Não são apenas as polêmicas e absurdamente milionárias transferências. O presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaifi, tem seu nome envolvido em uma nova confusão.

A Justiça suíça abriu um processo penal contra o dirigente e o ex-secretário geral da Fifa, Jerome Valcke. O Ministério Público da Suíça anunciou que os dois estariam ligados a uma prática de "concessão de direitos de imprensa das Copas do Mundo", na qual teriam recebido vantagens em troca de direitos de transmissão nas Copas de 2018, 2022, 2026 e 2030.

A investigação foi aberta em 20 de março deste ano por suspeita de "corrupção privada, fraude, gestão desleal e falsificação de documentos" por parte de autoridades de diversos países. Responsáveis de França, Grécia, Espanha e Itália estão colaborando no processo penal e as buscas e apreensões têm sido "realizadas de forma simultânea".

Fechar