Presidente da Conmebol diz que negociação para levar a final da Libertadores para o Bernabéu levou dois minutos

Comentários()
Getty
Alejandro Dominguez deu detalhes sobre a negociação com Florentino Perez, presidente do Real Madrid

Alejandro Dominguez, presidente da Conmebol, declarou em entrevista ao Globo Esporte como foi feita a negociação para que o jogo de volta da final da Libertadores acontecesse no Santiago Bernabéu, estádio do Real Madrid.

Questionado sobre a conversa com o presidente do Real Madrid, Florentino Perez, Dominguez afirmou que levou apenas “dois minutos” para firmar o acordo.

“(A ideia) Foi minha, particular. Telefonei ao meu amigo Florentino Perez, perguntei se era uma ideia viável ou se era o caso de descarta-la. Florentino me pediu dois minutos e então me ligou de volta, disse que era uma boa ideia e ofereceu o Bernabéu a custo zero para que a Conmebol organizasse o jogo”, conta Dominguez.

O confronto da final, em 24 de novembro, teve que ser adiado por conta dos incidentes de violência entre a torcida do River Plate contra o ônibus que transportava os jogadores do Boca Juniors a caminho do Monumental de Nuñez. Foram jogadas pedras nos vidros e tubos de gás de pimenta foram arremessados para dentro do veículo.

Boca Juniors River Plate
(Foto: Getty)

O cenário violento em Buenos Aires levou os dirigentes a adiarem a partida para o dia seguinte, mas novos confrontos com a polícia forçaram a Conmebol a levar o duelo para fora da Argentina.

“Houve outras cidades que se ofereceram voluntariamente”, conta o presidente. “Consideramos ofertas do Brasil, mas sempre achamos que Madri era o lugar ideal, por ser o país que concentra mais argentinos fora da Argentina, tem o aeroporto com mais voos para América do Sul, é a décima cidade mais segura do mundo, então tudo isso nos fez encontrar a neutralidade que buscávamos”.

A respeito de novos incidentes de violência entre torcedores na cidade de Madri, Dominguez afirmou estar seguro de que não haverá problemas quanto a isso.

“River e Boca vão poder jogar num estádio que está preparado para este tipo de jogo. A cidade é segura, e também estamos confiantes de que cada um vai fazer sua parte, todos vão entender que têm responsabilidade”, concluiu.

Próximo artigo:
Quantos gols Neymar marcou na carreira?
Próximo artigo:
Copa América 2019: quando é, seleções participantes e quais estádios irão sediar o torneio?
Próximo artigo:
Jornal espanhol diz que Filipe Luis pode se despedir do Atlético de Madrid
Próximo artigo:
Mundial de Clubes 2018: país-sede, times, partidas e todas as informações
Próximo artigo:
Ops! Sem querer, Manchester United 'anuncia' sucessor de José Mourinho
Fechar