Pratto justifica troca do São Paulo pelo River: "Minha prioridade é minha filha"

Comentários()
Rubens Chiri/São Paulo FC/Divulgação
Atacante argentino explica por que deixou o Morumbi para defender o time do Monumental de Núñez. Proximidade da filha Pia Pratto é o argumento

Lucas Pratto se despediu do Brasil na tarde desta segunda-feira (8), logo após o São Paulo aceitar a venda por 11,5 milhões de euros para o River Plate, da Argentina.

O atleta garante que a chance de ficar próximo da filha Pia Pratto é um fato preponderante para o retorno ao país natal.

"Estou aqui para falar a verdade. Queria deixar bem claro o esforço do Raí e do clube para eu ficar no São Paulo. Eles sabem que o meu pedido foi especificamente por uma questão complicada com a minha filha na Argentina. Seria o meu quarto ano no Brasil e a minha filha não me queria longe. Não estou com minha ex-namorada e é algo mais complicado. O São Paulo fez todo esforço para eu ficar. Minha resposta é de agradecimento. Disse que só sairia se fosse para um clube da Argentina, afirmou.

"Da Europa ou China, também não iria sair. Queria sair ou pedir para sair se houvesse uma proposta da Argentina e atendesse aos valores que o São Paulo merece pelo esforço que fez ano passado por mim. Escutei que estava saindo porque não gostei do projeto. É mentira. Falei ano passado que estava com vontade de ter um 2018 bom com São Paulo. Mas quem tem filho sabe", acrescentou.

O jogador receberá no Monumental de Núñez um salário inferior ao que tinha no Morumbi. Ele voltará a faturar cerca de 90 mil dólares mensais.

Pratto Rai Sao Paulo Despedida 8012018
Lucas Pratto concede coletiva ao lado de Raí (Foto: Divulgação/São Paulo)

"Se não chegasse um acordo, eu não ficaria aqui bravo e não sairia para outro clube. Eu estou deixando algum dinheiro para receber. Mais do que nada é uma coisa muito pessoal. Queria que parassem de falar o que estavam falando, que eu estou saindo porque sou mercenário, por causa do projeto...", contou

"Minha prioridade é minha filha. Minha saída é só por isso, não é econômica e nem esportiva. Quero agradecer ao clube e ao torcedor que ano passado me deu todo apoio. Este ano acho que vai ser diferente para o clube, vai ser de briga por títulos, se Deus quiser de conquistas. Se eu voltar algum dia, tem uma cláusula que o São Paulo tem preferência na contratação. Se eu voltar (ao Brasil), volto para o São Paulo. Agradecer novamente ao clube, torcida e companheiros. Peço desculpas se fui forte com as palavras, mas acho que merecia falar", completou.

Próximo artigo:
Grandes clubes de São Paulo promovem ação de combate à violência contra a mulher
Próximo artigo:
Real Madrid entra na disputa com Barcelona para contratar De Jong, diz jornal
Próximo artigo:
Corinthians avança e faz oferta para recomprar Guilherme Arana
Próximo artigo:
Courtois e Benzema participam de treino do Real Madrid visando duelo contra o Sevilla
Próximo artigo:
Anúncio: Quer ver os jogos do Paquetá no Milan? DAZN anuncia transmissão exclusiva!
Fechar