Portugal: jogadores lamentam eliminação na Copa para o Uruguai

Comentários()
Getty Images
Confira o que disseram os atletas da seleção portuguesa após a eliminação em campos russos

banner Copa 2018

Acabou o sonho português. O time de Fernando Santos foi derrotado por 2 a 1 pelo Uruguai, neste sábado (30), e caiu nas oitavas de final da Copa do Mundo.

Confira o que disseram os principais personagens portugueses, após o apito final!

ASSISTA: os gols de Uruguai 2 x 1 Portugal

“Merecemos coisa melhor hoje, mas é assim. Saímos tristes, e parabéns para o Uruguai”, disse o meio-campista Bernardo Silva, um dos maiores destaques em campo. “Dentro do campo, senti que Portugal conseguiu assumir o controle do jogo, mas a equipe do Uruguai tem jogo com enorme capacidade para o contra-ataque”.

Perguntado sobre uma irritação dos lusos com a arbitragem, Bernardo diminuiu e procurou focar no bom desempenho dos adversários: “Acho que isso agora não importa. Já perdemos, tem que aceitar a derrota (...) Acho que nas pequenas faltas, a equipe do Uruguai perdeu bastante tempo. Mas isso é do jogo, tática. Parabéns ao Uruguai”.


FERNANDO SANTOS: “NADA JUSTO”


Fernando Santos Portugal España Spain World Cup 15062018 (Foto: Getty Images)

“Não me parece nada justo. Portugal fez o suficiente pra ter outro resultado. Mas há jogos em que isso não acontece”, disse o técnico Fernando Santos. “Acho que entramos bem no jogo, criamos chances mas não fizemos. O Uruguai fez gol na primeira chegada. Verdade que nos faltou maior presença na área, mas sempre estivemos a procurar”, completou.

“Fizemos o gol, que era o mais difícil, e no outro lance outro arremate e outro gol. Mas a equipe tentou, os jogadores trabalharam. Estamos muito tristes, mas o futebol é isso (...) Cumprimos os objetivos minímos, não queríamos ficar na fase de grupos e depois queríamos ir o mais longe possível, até à final, era isso que procurávamos", completou para a RTP.


"FIZEMOS DE TUDO"


"Estamos tristes. Acima de tudo queríamos ir longe, mas não conseguimos. Neste jogo aguentamos tudo até ao final, mas infelizmente não conseguimos", disse à RTP o meio-campista João Mário.

GFX João Mário

"Acredito que Portugal fez de tudo para bater o adversário. Três chutes, dois gols, mas infelizmente o futebol é assim… Queríamos ir longe, mas não foi possível".


DESILUSÃO 


"Estivemos bem, tivemos bola, tivemos oportunidades, tivemos cantos... sofremos o segundo golo contra a maré, saímos tristes e desiludidos", afirmou o lateral-direito Ricardo Pereira.

Fechar