Por que Cristiano Ronaldo foi à Juventus? Veja a cronologia de sua separação do Real Madrid

Comentários()
Getty Images
O português deixou a Espanha após nove anos, uma separação que não será fácil de digerir pelos torcedores merengues

Depois de muita especulação nos bastidores, Cristiano Ronaldo selou, enfim, sua saída do Real Madrid. Sua chegada à Juventus tem tudo para dar certo, mas por que um dos melhores jogadores da história do clube merengue decide sair, sem ter baixado seu nível?

Entenda o “caso Cristiano”

Para contextualizá-lo e entende-lo corretamente, deve-se ir ao princípio da história. Isto é, no verão passado, quando o Ministério Público Espanhol acusou o português de fraude. Alguns dias depois, o portal luso A Bola afirmou que Cristiano queria sair da Espanha por não se sentir querido e bem tratado ali. No fundo, segundo a Goal publicou, Cristiano sentiu-se um tanto desprotegido por seu clube quando a investigação veio à tona.

Além disso, também há o motivo de que Florentino Pérez prometeu ao craque uma revisão sobre seu contrato assim que ele conquistasse a décima segunda Champions League. Algo que nunca se materializou, enquanto Neymar e Messi quebraram recordes com seus respectivos aumentos salariais.

Cristiano Ronaldo Real Madrid 09012016
(Foto: Getty Images)

Os rumores sobre Neymar não ajudam

Pelo lado esportivo, o começo da temporada também não foi bom para Cristiano. Foi expulso do clássico da Supercopa e sancionado com quatro partidas de suspensão. Isso acabou separando-o de seu foco esportivo, deixando um sentimento de desamparo diante do que ele considerou uma injustiça.

Quando retornou aos gramados, com o Real Madrid em queda livre, também não demonstrou sua melhor versão em jogo. Pelo contrário. Enquanto isso, surgiram rumores sobre um interesse dos merengues por Kylian Mbappé, seguidos por Neymar, que está ainda sendo abordado como uma possível transferência, deixando o Paris Saint-Germain.

De fato, nada ofusca Cristiano dentro do clube blanco. Mas os jornalistas espanhóis acompanham a provável trajetória do brasileiro, e até mesmo o presidente Pérez aproveitou sua presença em Paris para lançar publicamente seu interesse, e o fez durante a entrega da Bola de Ouro ao próprio craque português.

Neymar PSG champions Coupe de France 08052018
(Foto: Getty Images)

O fato de querer trocar Cristiano por Neymar perturba o camisa 7, como a Goal apurou, pois não corresponderia mais ao seu status de artilheiro do clube blanco, vencedor de cinco Bolas de Ouro.

Este foi o pior momento dos últimos anos do craque português com a camisa branca. Após a conquista do Mundial de Clubes em Abu Dhabi, contra o Grêmio, o próprio jogador colocou em dúvida o seu futuro em uma entrevista na saída de campo, uma situação similar à que aconteceu em Kiev. “Gostaria de me aposentar no Real Madrid, mas a renovação não depende de mim”, disse ele ao vencer o quinto título do Mundial em 2017.

O relacionamento entre jogador e clube acabou acarretando em uma saída um tanto 'fria' – no quesito sentimental. Conforme as informações foram surgindo na imprensa sobre seu futuro, foi ficando cada vez mais claro que dificilmente o futuro seria no Bernabéu. Tanto que foi concluído, na semana anterior ao término da Copa do Mundo, o negócio milionário que levou CR7 ao futebol italiano.

Próximo artigo:
Após vencer o Chelsea, Emery pede equilíbrio ao Arsenal
Próximo artigo:
Cristiano Ronaldo não desiste de Marcelo na Juventus
Próximo artigo:
Chelsea está de olho em Coutinho, diz jornal inglês
Próximo artigo:
Mourinho reclama de tratamento diferente: "Pep e Klopp puderam escolher jogadores que acompanham as suas ideias"
Próximo artigo:
Milton Cruz tem o celular furtado durante partida do Sport
Fechar