Por que a torcida do Real Madrid esgotou os ingressos para ver River x Boca?

Comentários()
"Não é um Superclássico, mas será único", explicam os sócios merengues à Goal. 7000 ingressos foram vendidos em duas horas

De maneira totalmente inesperada, os torcedores do Real Madrid se reunirão neste domingo (9) para assistirem uma histórica final internacional em seu próprio estádio: nada menos que o Superclássico River Plate-Boca Juniors, pela final da Copa Libertadores. O grande confronto, por razões conhecidas de todos, acabou sendo remarcado bem longe do Monumental de Nuñez e da Bombonera.

Primeiramente, sete mil ingressos foram repassados para o anfitrião do estádio Real Madrid, que, por sua vez, os disponibilizou para seus sócios. A carga foi esgotada em apenas duas horas, um ritmo de quase 60 bilhetes por minuto.

Uma semana depois, os ingressos que não foram comprados na Argentina foram novamente vendidos na capital espanhola e, mais uma vez, todos foram vendidos. O fato levantou as seguintes questões: qual o motivo de os fãs do Real Madrid mostrarem tanto interesse? O que motiva o torcedor do Real Madrid a comprar um ingresso para a final da Copa Libertadores?

A Goal entrou em contato com vários torcedores merengues que irão para o coliseu branco no domingo e há dois componentes comuns entre suas motivações: o fato de ser um evento histórico e a oportunidade única que lhes foi dada. O torcedor, com um paladar requintado para o futebol, não podia dar as costas a um evento planetário como este.

"É mais uma final internacional para ver. Um espetáculo. Eu ia assisti-lo na televisão de qualquer maneira, como eu não poderia tentar se minha casa está perto do estádio e os ingressos fossem acessíveis (120 euros) ”, explicou um dos fãs.

Cabe destacar que, ao contrário do que aconteceu com as últimas finais da Champions League do Real Madrid, neste caso, não é necessário gastar em viagens e alojamento, que é geralmente o que encarece as finais continentais, como as quatro que o clube jogou nos últimos cinco anos. E a exclusividade do evento em si torna uma situação realmente atraente para qualquer fã de futebol.

Além disso, um desses torcedores entrevistados pela reportagem já planejava viajar para a Argentina desde que o Boca Juniors e o River Plate se classificaram para as semifinais da Copa Libertadores, mas acabou não conseguindo e agora trouxeram o confronto para alguns minutos de distânciade sua casa.

"É como se você assistisse a NFL em Londres ou a visse nos Estados Unidos. É diferente. Não é um autêntico Superclássico, como seria se fosse no Monumental, mas é um jogo único. Eu quero ssistir", afirmou.

Próximo artigo:
Futebol na TV: confira a programação de sábado e domingo, 19 e 20 de janeiro
Próximo artigo:
Corinthians no Mercado: Quem chega, quem sai e quais as prioridades para 2019?
Próximo artigo:
Torcida do Vasco inunda internet de xingamentos a Dedé após vitória sobre o Volta Redonda
Próximo artigo:
Flamengo no Mercado: Quem chega, quem sai e quais as prioridades para 2019?
Próximo artigo:
FIFA 19: Vinícius Junior, Arthur e Militão listados nas Estrelas do Futuro do Ultimate Team
Fechar