Por que a Juventus deveria desistir de Pogba e investir em De Ligt?

Comentários()
Getty / Goal
Com o meio-campista francês em baixa e sem um estilo compatível com o de Maurizio Sarri, Juve deveria focar no zagueiro holandês

O Manchester United cometeu um erro caro ao permitir que Paul Pogba saísse de graça em 2012. Comprá-lo de volta por 89 milhões de libras (113 milhões de dólares) foi ainda pior.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste grátis o serviço por um mês!

No entanto, não foi apenas uma transferência intrigante para o United. Isso nunca fez muito sentido.

O agente do meia, Mino Raiola, sempre havia insistido que ele só deixaria a Juventus para defender um gigante da Europa. Em vez disso, ele se mudou para o Old Trafford, casa de um grande que vivia tempos difíceis após a saída do lendário técnico Sir Alex Ferguson.

Certamente, 'Pogback' parecia mais um evento do que uma transferência de futebol, um lançamento de marca glorificado, com a Adidas celebrando o histórico acordo com um vídeo de mídia social apresentando seu cliente e o rapper Stormzy.

Em última análise, porém, provou-se um prolongado desastre de relações públicas para o jogador e esportivo para o Manchester United. Não à toa o atleta já disse ter interesse em "um novo desafio".

Então, considerando tudo o que aconteceu nos últimos três anos, por que a Juventus levaria o jogador de volta?

Ou, talvez mais precisamente, por que a Velha Senhora consideraria pagar uma taxa de transferência de 150 milhões de libras e 15 milhões de libras por ano em salários (30 milhões de libras antes dos impostos) para vencer o Real Madrid na disputa por sua contratação?

Em primeiro lugar, se a Juve assinasse o Pogba, eles acreditam que isso faria sentido tanto financeiro quanto esportivo.

Eles são, como um clube, obcecados em ganhar a UEFA Champions League. É por isso que eles assinaram com Cristiano Ronaldo no ano passado.

A aquisição da Pogba só aumentaria o perfil da Juve. Ele também iria - juntamente com a transferência gratuita Aaron Ramsey - adicionar gols a um meio-campo que não conseguiu aumentar seu peso ofensivamente na temporada passada.

De fato, vale lembrar que Cristiano Ronaldo foi o único Bianconero a marcar na fase eliminatória da Liga dos Campeões em 2018-19. Pogba, sem dúvida, ajudaria nesse sentido. Ele está, afinal, saindo de sua campanha mais prolífica até o momento: 16 gols em todas as competições.

No entanto, o que mais ele ofereceria à Juve?

Pogba-Juventus-Turin-2016
(Foto: Getty Images)

Como Jorge Valdano apontou ao avaliar o interesse de Madri em Pogba, "ele não é um jogador que contribui muito na formação". Nesse contexto, ele realmente seria adequado ao estilo de jogo de Maurizio Sarri?

No entanto, ninguém está mais familiarizado com os pontos fortes e fracos de Pogba do que a Juventus. Eles sabem por experiência o que ele pode e não pode fazer.

Foram eles que perceberam que ele não é o camisa 10; que ele é muito mal disciplinado para jogar como um volante; e que a única posição em que ele é verdadeiramente eficaz está do lado esquerdo de um meio-campo de três homens.

E é lá que eles o colocariam de novo, na formação preferida de Sarri em 4-3-3. Em um nível tão superficial, parece um ajuste perfeito. Mas alguém se pergunta se o Pogba realmente floresceria em um lado jogando futebol de um e dois toques.

Ele gosta de fazer o que quiser em campo e esses personagens não costumam se adaptar bem ao "Sarri-ball". Além disso, a Juventus vai assinar com Adrien Rabiot, jogador do Paris Saint-Germain, em uma transferência gratuita. Nesse contexto, ele é um risco que vale a pena - ao contrário de Pogba.

Rabiot poderia resolver a necessidade desesperada da Juve por mais qualidade no meio-campo, enquanto ao mesmo tempo liberava fundos para vencer a corrida para contratar o capitão do Ajax, Matthijs de Ligt, que enfrentaria a desesperada necessidade dos Bianconeri de rejuvenescer sua velha defesa.

Mais artigos abaixo
Matthijs de Ligt Ajax 05122019
(Foto: Getty Images)

Giorgio Chiellini está programado para completar 35 anos neste verão e Leonardo Bonucci, agora com 32 anos, tem ido mal desde que voltou de Milão para Turim, um ano atrás. Atrás deles, há apenas Daniele Rugani, que não se transformou no defensor que a Juve esperava que ele fosse.

Cristian Romero, do Genoa, e Merih Demiral, do Sassuolo, podem ser contratados neste verão, mas a Juve está clamando por um nome de qualidade como De Ligt para estabilizar a linha defensiva que foi exposta na Europa na última temporada.

O holandês também teria metade do custo de Pogba, com a Juve fechando um negócio no valor de 70 milhões de euros para o jogador de 19 anos.

Fechar