Notícias Placares ao vivo
Copa do Mundo

Pogba fez Copa para calar os críticos e dupla invencível com Kanté

08:30 BRT 17/07/2018
pogba-getty
Meio-campista foi vital na conquista da França e teve números e atuações de enorme destaque ao longo do Mundial


Mesmo com uma equipe cheia de garotos, a quarta mais jovem a ser campeã da Copa do Mundo, a França mostrou muita maturidade na Rússia. Algo muito bem representado em nomes como Kylian Mbappé, Benjamin Pavard e também Paul Pogba.

Por conta dos 105 milhões de euros investidos no jogador de 25 anos, ele é muitas vezes cobrado de forma exagerada no Manchester United. Alguns acham que pelo valor pago, ele precisa ser um goleador que não é. Outros cobram que ele tenha sempre atuações espetaculares, quando nem mesmo Lionel Messi e Cristiano Ronaldo conseguem isso.

Na Copa do Mundo, porém, Pogba calou os críticos. Algo já feito anteriormente em várias partidas nos Red Devils.

A França não jogou um futebol maravilhoso, foi pragmática demais e, em muitos momentos, inferior aos seus adversários, como ocorreu contra a Croácia, principalmente no primeiro tempo da final. Mas quem se importa com isso tendo duas estrelas no peito e esquecendo a decepção da Euro 2016?

Os Bleus conseguiram seu segundo título mundial e, além de Antoine Griezmann e Kylian Mbappé, e coadjuvantes de luxo como Blaise Matuidi, Raphaël Varane, Samuel Umtiti e Hugo Lloris, graças a Paul Pogba e seu parceiro N'Golo Kanté.

Afinal, ao lado de Griezmann e Mbappé, Pogba foi o jogador mais importante e vital para a conquista francesa.

O atleta do Manchester United comandou o forte meio-campo francês, fundamental no bicampeonato mundial, e foi destaque na defesa e no ataque. Pogba brilhou com desarmes e marcando muito forte, ajudando o sistema defensivo, e também criando oportunidades, dando assistências e balançando as redes.

A partida que melhor representa isso é a final contra a Croácia. Com uma excelente atuação, ele foi um dos melhores em campo e ajudou Griezmann a liderar a França rumo ao título.

Pogba liderou os Bleus em passes feitos (35) e em chegadas no último terço do campo (9). Em uma dessas investidas, marcou o terceiro gol francês, em lance iniciado e finalizado por ele. O jogador deu um lindo lançamento para Mbappé, que conduziu a bola e tocou para Griezmann. O camisa 7 acionou Pogba, que viu sua finalização parar na defesa croata. No rebote, porém, ele acertou um belíssimo chute, sem chances para Subasic.

O jogador foi o primeiro do Manchester United em toda a história a marcar em uma final de Copa do Mundo, e o primeiro atleta da Premier League desde Emmanuel Petit, em 1998, a balançar as redes em uma decisão de Mundial.

(Fotos: Getty Images)

Além disso, ele desarmou os adversários quatro vezes, criou boas chances de gol, distribuiu bons passes e ditou o ritmo da França.

Para ter noção da importância do meio-campista, ele terminou a Copa como o segundo jogador que mais criou chances de gol (9) e o segundo que mais roubou bolas (13) para a França.

Como não poderia ser diferente, o líder no quesito defensivo foi Kanté (16), que fez uma dupla invencível com Pogba. Os dois meio-campistas jogaram juntos 18 vezes pela França e nunca perderam uma partida, tendo 14 vitórias e quatro empates. Ambos foram vitais para os Bleus e jogaram muito bem na Rússia, na Copa do Mundo em que Pogba foi um dos destaques e fundamental para o título francês, calando seus críticos.