Podolski prometeu - e será jogador de hóquei na Alemanha; entenda

Campeão da Copa do Mundo de 2014, Lukas Podolski deve, em breve, trocar as chuteiras pelos patins. Para tentar ajudar seu time de hóquei do coração, o jogador fez uma promessa à torcida, e agora terá que cumprir.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

A pandemia de coronavírus Covid-19 trouxe muitos problemas financeiros ao clubes de todo o mundo, até mesmo para os mais ricos, e com os de hóquei não ficaram fora disso. O Kölner Haie, um dos maiores times da Alemanha, que é também o do coração de Podolski, estava contando com o valor arrecadado com venda de ingressos para fechar as contas do ano e, sem público, se viu em dificuldades.

Na intenção de ajudar seu time, o jogador foi às redes sociais pedir a ajuda da torcida, prometendo que, se a meta de 100 mil ingressos simbólicos fossem comprados, ele seria apresentado como o último reforço do time para a temporada. 

"Se você conseguir quebrar a marca dos 100.000 bilhetes vendidos, eu serei um jogador do Kölner Haie" propôs o jogador, que hoje atua no Antalyaspor, da Turquia.

A campanha logo ganhou força nas redes sociais, apoiada por Podolski e pelo time. E surtiu efeito, nesta semana a meta foi batida e o Twitter do Haie já anunciou que o campeão do mundo vai se juntar à equipe. 

"Na semana passada, o campeão mundial de Colônia em 2014 fez uma aposta maluca para seu clube de hóquei no gelo. Graças à grande disposição dos torcedores de Haie em apoiar a associação comprando ingressos, a importante marca foi batida", escreveu o time em comunicado oficial em seu site.

Mais artigos abaixo

E como promessa é dívida, Podolski já confirmou que pretende se juntar ao time, mas ainda não sabem bem como conciliar com o futebol.

"Estou muito feliz pelo Haie e pelos 100.000 ingressos que juntamos. Só posso agradecer a todas as pessoas e empresas que participaram", disse Lukas Podolski , ao site do time, feliz ao saber que "ganhou" sua aposta. "Com um pouco de calma, vamos sentar no KEC para discutir como as coisas vão continuar. Seja o que for, estou ansioso para me tornar um jogador Haie."