PL Brasil: Inglaterra x Bélgica: três pontos para observar no “duelo da Premier League”

Comentários()
Goal
Confira onde pode ser decidido o duelo mais esperado do Grupo G da Copa do Mundo
Header PL Brasil

Por Pedro Ramos   - Premier League Brasil


Na partida que vai definir as duas primeiras posições do grupo G da Copa do Mundo 2018, Inglaterra e Bélgica se enfrentam, nesta quinta-feira, às 15h (de Brasília), no “jogo mais Premier League" do Mundial da Rússia.

Isso devido à grande quantidade de jogadores do Campeonato Inglês. Do lado da seleção do técnico Gareth Southgate, todos os 23 convocados atuam na elite inglesa.

Já a seleção belga é a segunda seleção com mais jogadores da Premier League nesta Copa do Mundo, atrás apenas dos ingleses: doze dos 23 belgas convocados jogam a elite do futebol inglês e outros 3 (Adnan Januzaj, Dedryck Boyata e Thomas Vermaelen) já atuaram por lá.

As duas seleções chegam ao último jogo da primeira fase, com 6 pontos cada, e enfrentarão os primeiros colocados do grupo H, que conta com Japão, Senegal, Colômbia e da já eliminada Polônia.

Inglaterra lidera o grupo, mas leva vantagem em um dos últimos critérios de desempate (menor quantidade de cartões amarelos (2 contra 3 dos belgas).


OLHO NOS RESERVAS


Marcus Rashford England 18062018

A expectativa é de que tenhamos muitos jogadores reservas em campo, dos dois lados, seja por lesões ou atletas pendurados. Alguns nomes podem garantir vaga na partida e, se tiverem boa atuação, ganham pontos com o técnico. Ainda não se sabe quem ganhará chance no time inglês, mas separamos alguns nomes interessantes para ter alguns minutos em campo.

Marcus Rashford ainda não é um jogador pronto, mas já demonstrou seu valor. É um jogador interessante para se ter um elenco que disputa Copa do Mundo.

Jamie Vardy marcou 20 gols na Premier League nesta temporada, mais que Romelu Lukaku e Roberto Firmino, por exemplo, e pode ser opção interessante como centroavante.

O lateral esquerdo Danny Rose poderia ganhar vaga na ala esquerda, hoje ocupada pelo irregular Ashley Young. O defensor do Tottenham jogou pouco nesta temporada e poderia ter minutos em campo para ganhar ritmo de jogo para os jogos de mata-mata.


ACORDA, STERLING!


Raheem Sterling England 2018

Raheem Sterling teve a temporada dos sonhos com a camisa do Manchester City, tanto coletiva como individualmente. Muito se deve ao trabalho minucioso do técnico Pep Guardiola.

Mas, até agora, o jogador não foi bem nesta Copa do Mundo. Perdeu gols (sua principal deficiência) e precisa render mais em campo. Caso contrário, corre o risco de parar no banco de reservas.


FORÇA NA BOLA AÉREA


Harry Kane England Tunisia World Cup 2018

Metade dos gols marcados pela Inglaterra até aqui saíram na bola parada. Quatro dos oito tentos surgiram de falta (1) e escanteio (3).

Resta saber se a força dos ingleses pelo alto vai dar certo contra uma seleção de nível, diferentemente do que foi contra Tunísia e Panamá. Vale lembrar que a bola parada tem sido importante nesta Copa do Mundo.

Fechar