Pior início do Vasco nos pontos corridos exige 'milagre' de Luxemburgo

Comentários()
Com trabalhos recentes ruins no Brasileirão, o novo treinador vascaíno terá que fazer a sua melhor campanha em quase dez anos

A última vez que o treinador mais vezes campeão do Brasileirão começou e terminou uma campanha no certame, em um mesmo clube, foi em 2012. Em 38 jogos foram 20 vitórias e um total de 71 pontos somados pelo Grêmio de Vanderlei Luxemburgo. Desde então, o comandante que levantou o máximo título nacional por cinco vezes passou por Fluminense (2013), Flamengo (2014), Cruzeiro (2015) e Sport Recife (2017). Não foi bem em nenhum. E agora com o Vasco da Gama Luxemburgo vê um dos maiores desafios em sua carreira.

Foi algo que o novo treinador do Cruz-Maltino não conseguiu esconder ao ver a exibição do time na derrota por 3 a 0 contra o Santos, domingo (12), pela quarta rodada do Brasileirão. Em um dos camarotes do Pacaembu, as reações de Vanderlei  passaram a preocupação pelo desafio que virá: a derrota foi de 3 a 0, mas poderia ter sido muito maior. Não apenas pelas três bolas na trave dos cariocas, mas por outras finalizações erradas dos santistas.

O início de caminhada do Vasco neste Brasileirão deixa qualquer torcedor preocupado. Apenas um ponto conquistado e incríveis dez gols sofridos. Uma das equipes que mais acumula rebaixamentos desde 2003 (foram três) faz, agora, o seu pior início de caminhada desde a adoção dos pontos corridos: em 2004 o clube de São Januário também foi derrotado três vezes e empatou uma. Mas sofreu menos gols: quatro em comparação a 10. O saldo até este momento é o pior na história vascaína neste corte de quatro rodadas: - 7.

As estatísticas ano a ano apontam que são necessários algo em torno de 45 a 47 pontos para que um time consiga evitar o rebaixamento. Se Vanderlei conseguir as 20 vitórias de sua última campanha completa por um time no Brasileirão, pelo Grêmio, o Vasco chegaria a 61 pontos. Contando com alguns pontos que possam vir por empates, pode ser até necessário para evitar o pior. Mas o Cruz-Maltino jamais somou 20 vitórias em sua história nos Brasileirões desde 2003 (a melhor marca foi em 2011, quando computou 19 triunfos na campanha do vice-campeonato).

Mesmo se repetir o seu último bom momento em Campeonatos Brasileiros, Vanderlei Luxemburgo talvez não consiga salvar o time. É preciso ir além.

Fechar