"Penso que ele morreu feliz, gostava do que fazia”, diz mãe de vítima do CT do Flamengo

Comentários()
Reprodução/Redes sociais
Marília Barros, mãe do zagueiro Arthur Vinícius, concedeu um emocionante relato no sepultamento do filho, que faria 15 anos neste sábado

Arthur Vinícius foi uma das dez vítimas do incêndio no CT Ninho do Urubu, do Flamengo, na última sexta-feira (09). O corpo do jovem foi velado e sepultado neste sábado (09), na cidade de Volta Redonda (RJ).

Em meio às homenagens, hino do Flamengo e “parabéns para você”, uma vez que Artur completaria 15 anos justamente neste sábado (09). Marília Barros, mãe do jogador, concedeu uma emocionante entrevista à imprensa.

De voz tranquila, Marília disse estar com o coração tranquilo.

"Penso que ele morreu feliz, porque gostava do que fazia”, afirmou aos microfones da ESPN Brasil. “Não sei como vai ser a minha vida daqui pra frente sem ele. Mas tem Deus na minha vida, minha mãe, minha prima, meus tios”.

“Eu sei que Deus recebeu ele lá. Estou feliz por ele, apesar de ter ido tão cedo. Mas estou com o coração tranquilo porque fiz o meu papel. Eu faria tudo de novo”.

“É o rei da minha vida, o Rei Arthur”.

Fechar