Pékerman não comenta expulsão de Sánchez e lamenta derrota: "Uma lástima"

Comentários()
Getty Images
Técnico ressaltou o esforço dos jogadores e apontou desgaste

banner Copa 2018

Apesar da derrota para o Japão (2 a 1) na estreia da Copa do Mundo, nesta terça-feira (19), o técnico José Pékerman ressaltou o trabalho de seus jogadores, já que o time ficou com um jogador a menos desde os três minutos do primeiro tempo, por causa da expulsão de Carlos Sánchez.

O treinador analisou o desempenho colombiano e viu o resultado final como uma lástima. "Sentimos o desgaste, o Japão teve a (posse) bola. Colocamos James para tratar de buscar mais jogo, depois Bacca, mas na realidade a equipe não encontrou o equilíbrio ideal. Uma lástima o resultado, é preciso recuperar os jogadores para o duro jogo contra a Polônia", disse Pékerman em entrevista ao jornal El Tiempo.

Osako Yuya vs Colombia
(Foto: Getty Images)

O comandante da Colômbia preferiu não comentar a expulsão de Carlos Sánchez, e disse que o fato de ficar com um homem a menos cansou sua equipe. "Eles começaram a tomar mais a bola, não conseguimos recuperar. Quintero cansou, ali perdemos o passe para Izquierdo e Falcao", analisou.

"Precisávamos de uma variante (saída de Cuadrado). Os jogadores fizeram um grande esforço, é preciso entender que jogar com um a menos quase toda a partida é muito difícil, muito desgastante", finalizou.

A Colômbia volta a campo no domingo (24), contra a Polônia, às 15h (de Brasília).

Fechar