Para conquistar uma vaga nas oitavas, Sérvia encara o Brasil à espera de um milagre

Comentários()
Getty
Sérvios sabem da dificuldade de enfrentar os brasileiros mas demonstram fé até o último minuto

banner Copa 2018

A Sérvia sabe que vai precisar de um milagre para vencer o Brasil e garantir uma vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia, no entanto, o time comandado por Mladen Krstajic deixou bem claro nesta última semana que tem fé. 

Mais do que fé, o time da Sérvia tem qualidade e pode sim dificultar a vida do Brasil. Depois da vitória sobre a Costa Rica, na estreia, eles poderiam ter carimbado a vaga diante da Suíça e até começaram vencendo, mas sofreram a virada. 

O time da Sérvia é uma equipe com jovens e experientes talentos, uma mescla interessante e que não tem nada a perder, como deixou bem claro o treinador. Nomes como Ivanovic, Kolarov, Matic, Tadic trazem são conhecidos e bem respeitados no meio do futebol.

Dusan Tadic Serbia
(Foto: Getty Images)

Já Milinkovic-Savic e Mitrovic são o que a Sérvia tem de novo, ambos com 23 anos, agitam o mercado, o primeiro, inclusive, é alvo de vários clubes importantes do futebol mundial como Real Madrid, Manchester City e Juventus, o segundo um artilheiro nato, de bom posicionamento, finalização, pivô e cabeceio, uma grande preocupação do Brasil, inclusive. 

A importância da partida ficou evidente quando o experiente Kolarov disse ser o jogo mais importante de sua carreira, ele que já disputou inúmeros jogos grandes. É um tudo ou nada para os sérvios porque nem mesmo o empate é o suficiente para a classificação. 

Aleksandar Kolarov WM 2018
(Foto: Getty Images)

Pela despedida de alguns e chegada de outros, não é difícil imaginar uma Sérvia bem focada no que deve fazer em campo e principalmente indo atrás do resultado, nem tão amarrada como a Costa Rica foi na última partida da Seleção. 

Se o resultado parece ser algo difícil de acontecer, pelo menos a fé dos sérvios segue inabalável e promete ser tudo o que eles irão se apegar para tentar mandar o Brasil de volta para casa e fazer história na Copa do Mundo. 

Fechar