Palmeirenses pregam foco no Brasileirão e analisam polêmica chance de eliminar o Boca na fase de grupos

Comentários()
Miguel Schincariol/Getty Images
Capitão Luan, Dudu e Moisés falaram no gramado após a eliminação na Libertadores

O sonho da Copa Libertadores chegou ao fim para o Palmeiras. Na noite desta quarta-feira (31), o Verdão foi eliminado pelo Boca Juniors após empate por 2 a 2 no Allianz Parque.

Depois da eliminação, porém, o discurso dos jogadores alviverdes não foi de lamentação pelo fim do sonho continental, mas sim de foco no título brasileiro. O Palmeiras, afinal, lidera o Brasileirão e, neste sábado (3), recebe o Santos pela 32ª rodada da competição.

"Sem dúvida o final na Argentina fez diferença, mas se lá tivesse sido 0 a 0, o 2 a 2 aqui hoje teria classificado eles da mesma forma. Claro que seria um cenário totalmente diferente, mas a gente precisa ver o que fez de errado e consertar para o Campeonato Brasileiro, onde somos líderes. A gente precisa ser campeão desse campeonato", disse o capitão Luan ao Fox Sports.

"Pecamos em seis minutos lá no jogo de ida. A gente sabia que seria muito difícil, mas corremos e batalhamos. Conseguimos fazer dois gols, mas tomamos os gols que não podíamos tomar. Mas a gente segue acreditando no Campeonato Brasileiro, onde a gente está muito bem. Contamos com o apoio da torcida", concordou o atacante Dudu.

Moisés, que também pregou foco no Brasileirão, foi outro que analisou a eliminação palmeirense ainda no gramado. "A gente sabe que era difícil. Tentamos, mas eles tiveram a felicidade de marcar um gol logo no primeiro ataque deles. Nós fizemos o que podíamos. Tentamos, lutamos e arriscamos, mas o adversário também teve seus méritos. Não perdemos a classificação hoje, perdemos naqueles seis minutos na Argentina", afirmou.

Felipe Melo Pablo Perez Palmeiras Boca Copa Libertadores 31102018(Foto: NELSON ALMEIDA/AFP/Getty Images)

O volante também falou sobre uma polêmica muito abordada ao longo da última semana. O Palmeiras poderia ter eliminado seu algoz na fase de grupos se tivesse "entregado o jogo" no duelo contra o Junior Barranquilla. O Verdão, porém, não fez isso e, nas semifinais, acabou eliminado pelos argentinos.

"Não tem como prever isso. Para eliminar o Boca, a gente teria que ter entregue o resultado, e isso é antiético. Não faz parte do futebol. Nós fizemos o que tinha que ser feito. Em outras oportunidades, os resultados de outras equipes também favoreceu o Palmeiras", opinou o volante.

"Somos atletas. A gente compete. Não é da nossa índole entrar para perder um jogo. A equipe fez aquilo que deveria fazer no momento. Infelizmente a gente foi eliminado por eles agora, mas é desejar sorte para eles e batalhar no Brasileiro", disse Dudu.

Com a eliminação na Libertadores, o Palmeiras agora foca 100% no Brasileirão, onde lidera com quatro pontos de vantagem para o Flamengo, segundo colocado.

Próximo artigo:
Quantos gols Cristiano Ronaldo tem na carreira?
Próximo artigo:
Copa São Paulo: Grêmio, Vasco e Corinthians vão às quartas de final; Atlético é eliminado
Próximo artigo:
FIFA 19 Seleção da Semana: De Gea, Suárez e Fabinho lideram melhores da rodada
Próximo artigo:
BMG indica patrocínio ao Corinthians e inicia “batalha por seguidores” contra a Crefisa
Próximo artigo:
“Não estamos bem, temos que ser sinceros”, diz Casemiro após outra derrota do Real Madrid
Fechar