Ozil cria tensão na diretoria do Milan, que se divide sobre sua possível contratação

Comentários()
Getty Images
Enquanto Paolo Maldini defende a contratação do meia, Ivan Gazidis, que trabalhou como atleta no Arsenal, é contrário à ideia

Mesut Ozil divide opiniões no Milan. O clube italiano, na busca para voltar a ter um papel de protagonismo, considera fazer uma investida pelo meio-campista alemão, que está longe de viver o seu melhor momento no Arsenal e vem perdendo oportunidades sob o comando do técnico Unai Emery.

Dentro dos corredores de Milanello, dois homens discordam veementemente um do outro. Ídolo do clube e atual diretor de desenvolvimento e estratégia, Paolo Maldini é um entusiasta da chegada de Ozil; mas do outro lado, Ivan Gazidis, ex-diretor executivo do Arsenal e que atualmente trabalha para o Milan, é absolutamente contrário à ideia.

Para Gazidis, buscar Ozil vai absolutamente na direção oposta do planejamento de recrutamento do clube, por causa da idade (30 anos) e alto custo de seu salário (na Inglaterra, o alemão recebe cerca de 350 mil libras por semana). Já Maldini é de opinião que o Milan deveria aproveitar a situação do meia no Arsenal para trazê-lo.

2019-01-16 Unai Emery Mesut OzilOzil, cada vez com menos espaço no Arsenal (Foto: Getty Images)

Segundo o jornal italiano Corriere dello Sport, a relação entre Maldini e Gazidis vem piorando bastante em meio às discussões para trazer ou não Mesut Ozil.

Enquanto isso, o clube inglês segue aberto para ouvir propostas pelo jogador, contratado em  2013 junto ao Real Madrid. Técnico do Arsenal, Unai Emery trata publicamente o jogador como um igual em relação aos demais atletas. Nas últimas quatro partidas dos Gunners, Ozil não foi titular nenhuma vez – embora a recuperação de um problema no joelho esteja inserido em dois destes duelos.

Fechar