Notícias Placares ao vivo
Brasil

O que Tite aprendeu com a última rodada dupla das Eliminatórias?

15:09 BRT 07/09/2017
Tite Brazil Ecuador Eliminatorias 2018 31082017
Comprometimento da equipe e variação tática foram os principais ganhos do treinador nos jogos contra Equador e Colômbia

Depois de mais uma rodada dupla das Eliminatórias, a primeira após a classificação antecipada da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo, o técnico Tite se mostrou bem satisfeito com os resultados. Apesar da equipe ter perdido os 100% dentro da competição, o treinador pôde fazer testes, puxar a orelha de alguns atletas e ver que o time está realmente comprometido.

Com dois jogos quase "amistosos" para o Brasil, Tite pediu pressão, responsabilidade, ele entende que teve/tem muito pouco tempo a frente da Canarinho para a Copa do mundo e precisa ajustar a equipe, precisa de situações de jogo diferentes e, claro, outras estratégias.

Nos dois jogos tanto contra Equador quanto contra a Colômbia ele aproveitou para mudar o esquema, saiu do 4-1-4-1 para o 4-2-3-1, ideia que ele já havia desenhado nos jogos contra Argentina e Austrália, em Melbourne. Coutinho entrou na vaga de Renato Augusto no decorrer do segundo tempo. Na primeira partida teve sucesso, mas na segunda não conseguiu fazer muito.


(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

Além disso, Tite também aproveitou para colocar dois jogadores que são considerados peças-chaves em campo. Fernandinho e Roberto Firmino. A dupla foi titular contra a Colômbia e teve boa atuação. Fernandinho, ainda mais efetivo que o jogador do Liverpool, foi o responsável pelo belo lançamento para Neymar assistir Willian no gol brasileiro. Na marcação, o jogador do Manchester City também esteve muito bem, dando respaldo a zaga. 


(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

No caso de Firmino, os torcedores brasileiros tem dificuldade para entender o que Tite quer do jogador e, por isso, volta e meia ele ouve algumas críticas quanto suas atuações e convocações. Mas ainda assim, é o preferido para ir a Copa do Mundo ao lado de Gabriel Jesus, titular da posição.

Com mobilidade e inteligencia, Firmino joga para o time, abre espaços e desloca a zaga a adversária. Ele pode não ser um finalizador nato mas tem qualidade para fazer exatamente o que Tite pede dele. 

Outro fato que agradou e muito ao treinador foi de que, contra a Colômbia, mesmo sendo um jogo com histórico recente de confusões e mais pegado, nenhum atleta forçou para tomar cartão e consequentemente ficar de fora da partida contra a Bolívia, na altitude de La Paz, considerada terrível para os brasileiros.

O fato da Seleção ter perdido os 100% também pode ser considerado positivo, nenhum time vai vencer todos os jogos e esse foi o recado passado após a rodada dupla. 

Agora, a Seleção tem o duelo contra a Bolívia, e o importante jogo contra o Chile, que provavelmente valerá a classificação dos chilenos para a Copa do Mundo, um grande teste para o time Canarinho.