O que Tite aprendeu com a última rodada dupla das Eliminatórias?

Comentários()
Lucas Figueiredo/CBF/Divulgação
Comprometimento da equipe e variação tática foram os principais ganhos do treinador nos jogos contra Equador e Colômbia

Depois de mais uma rodada dupla das Eliminatórias, a primeira após a classificação antecipada da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo, o técnico Tite se mostrou bem satisfeito com os resultados. Apesar da equipe ter perdido os 100% dentro da competição, o treinador pôde fazer testes, puxar a orelha de alguns atletas e ver que o time está realmente comprometido.

Com dois jogos quase "amistosos" para o Brasil, Tite pediu pressão, responsabilidade, ele entende que teve/tem muito pouco tempo a frente da Canarinho para a Copa do mundo e precisa ajustar a equipe, precisa de situações de jogo diferentes e, claro, outras estratégias.

Nos dois jogos tanto contra Equador quanto contra a Colômbia ele aproveitou para mudar o esquema, saiu do 4-1-4-1 para o 4-2-3-1, ideia que ele já havia desenhado nos jogos contra Argentina e Austrália, em Melbourne. Coutinho entrou na vaga de Renato Augusto no decorrer do segundo tempo. Na primeira partida teve sucesso, mas na segunda não conseguiu fazer muito.

Coutinho Brazil Ecuador Eliminatorias 2018 31082017
(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

Além disso, Tite também aproveitou para colocar dois jogadores que são considerados peças-chaves em campo. Fernandinho e Roberto Firmino. A dupla foi titular contra a Colômbia e teve boa atuação. Fernandinho, ainda mais efetivo que o jogador do Liverpool, foi o responsável pelo belo lançamento para Neymar assistir Willian no gol brasileiro. Na marcação, o jogador do Manchester City também esteve muito bem, dando respaldo a zaga. 

Fernandinho Brasil 14112016
(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

No caso de Firmino, os torcedores brasileiros tem dificuldade para entender o que Tite quer do jogador e, por isso, volta e meia ele ouve algumas críticas quanto suas atuações e convocações. Mas ainda assim, é o preferido para ir a Copa do Mundo ao lado de Gabriel Jesus, titular da posição.

Com mobilidade e inteligencia, Firmino joga para o time, abre espaços e desloca a zaga a adversária. Ele pode não ser um finalizador nato mas tem qualidade para fazer exatamente o que Tite pede dele. 

Mais artigos abaixo

Outro fato que agradou e muito ao treinador foi de que, contra a Colômbia, mesmo sendo um jogo com histórico recente de confusões e mais pegado, nenhum atleta forçou para tomar cartão e consequentemente ficar de fora da partida contra a Bolívia, na altitude de La Paz, considerada terrível para os brasileiros.

O fato da Seleção ter perdido os 100% também pode ser considerado positivo, nenhum time vai vencer todos os jogos e esse foi o recado passado após a rodada dupla. 

Agora, a Seleção tem o duelo contra a Bolívia, e o importante jogo contra o Chile, que provavelmente valerá a classificação dos chilenos para a Copa do Mundo, um grande teste para o time Canarinho.

Próximo artigo:
Libertadores entra de vez na era digital dos maiores eventos esportivos
Próximo artigo:
Presidente do Cardiff nega envolvimento com avião desaparecido que transportava Sala
Próximo artigo:
Salah encerra conta em rede social com mensagem enigmática
Próximo artigo:
Buscas por avião que transportava Sala são interrompidas; siga as notícias em tempo real
Próximo artigo:
Barcelona anuncia contratação de De Jong
Fechar