Notícias Placares ao vivo
Mercado da bola

O que mudou nos principais clubes do futebol brasileiro em 2020?

09:00 BRST 09/01/2020
Flamengo Al Hilal Mundial de Clubes 17 12 2019
Quem mais contratou? Quem mais perdeu jogadores? A Goal faz um levantamento com os principais clubes do Brasil e as suas mudanças no mercado da bola

A maioria dos times brasileiros voltou às atividades nessa quarta-feira (8). No entanto, não é todo mundo que tem elenco completo para o início de uma nova temporada no país. Em que pese algumas contratações relevantes, clubes perderam nomes de peso durante a janela de transferências.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste o serviço por um mês grátis!

A Goal prepara uma lista de mudanças nos clubes. O que perderam os gigantes que disputarão os principais torneios do país em 2020? Veja, abaixo, as principais alterações nos elencos.

Athletico-PR

Campeão da Copa do Brasil e já garantido na fase de grupos da Copa Libertadores de 2020, o Athletico Paranaense tinha como prioridade contratar um técnico para substituir Tiago Nunes, que deixou o comando rubro-negro para assumir o Corinthians. Depois do não de Rogério Ceni, do Fortaleza, Dorival Júnior, ex-Santos, foi o escolhido.

Entre jogadores, o Athletico já tem três reforços no Mercado da Bola para 2020: o volante Léo Gomes, que estava no Vitória, o atacante Reinaldo, ex-Criciúma, e o meia Fernando Canesin, que estava no futebol belga. Por outro lado, alguns jogadores já tiveram suas saídas confirmadas, como Camacho e Pedro Henrique, que voltaram para o Corinthians após empréstimos, Marcelo Cirino, que acertou com o futebol chinês, e Marco Ruben, que voltou para o Rosario Central.

Atlético-MG


Foto: Lucas Uebel/Getty Images

A principal mudança do Atlético-MG está no banco de reservas. Rafael Dudamel assumiu a equipe na vaga de Vagner Mancini, que não teve o seu contrato renovado.

O departamento de futebol liberou alguns jogadores que eram considerados relevantes em 2019. Elias não terá o contrato renovado, assim como Leonardo Silva, que deve se aposentar. Luan foi vendido a um clube da segunda divisão do Japão, enquanto Chará foi negociado com o Portland Timbers, dos Estados Unidos.

O clube fechou com Allan, Mailton, Dylan Borrero e Hyoran até o momento.

Botafogo

Em crise financeira, o Botafogo adotou uma tática que surpreendeu. Antes mesmo da virada do ano, o clube já foi às compras no mercado da bola e está fechado com cinco reforços para a temporada do 2020: Guilherme Santos, Pedro Raul, Ruan Renato, Lecaros e Thiaguinho.

Por outro lado, vários atletas já foram avisados que não terão contrato renovado. Yuri, Gilson, Jean, Rodrigo Pimpão, Kieza, Alan Santos, Arnaldo, Fernandes, Renan Gorne e Victor Lindenberg.

Corinthians

O Corinthians se movimentou bastante no Mercado da Bola e só focou em jogadores que podem chegar com status de titular para esta temporada. Além de fechar com Luan, do Grêmio, o primeiro grande reforço para 2020, o clube paulista acertou as contratações de Víctor Cantillo, ex-Junior Barranquilla, da Colômbia, e Sidcley, que pertence ao Dínamo de Kiev, da Ucrânia, e ficará por empréstimo no Alvinegro até o fim do ano.

Alguns importantes jogadores já confirmaram saída. Sornoza vai para a LDU, Junior Urso reforçará o Orlando City e Clayson foi para o Bahia. Porém, alguns atletas ainda não definiram o futuro: Ralf e Jadson estão fora dos planos e não têm destino decidido.

Cruzeiro


Foto: Pedro Vilela / Correspondente

Rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro deverá ter muitas novidades neste mercado da bola, principalmente nas saídas dos jogadores. Com a verba curta, a diretoria terá que colocar em prática o planejamento para enxugar os gastos e reduzir sua folha salarial, o que poderá resultar na despedida de pelo menos alguns medalhões.  

Henrique e Egídio vestirão a camisa do Fluminense, enquanto Marquinhos Gabriel será transferido para o Athletico Paranaense. Na zaga, Fabrício Bruno vai retirar uma ação contra o Cruzeiro e virar reforço do Red Bull Bragantino. Thiago Neves está em litígio com o clube e não deve seguir.

A única contratação até aqui ainda não foi oficializada. O zagueiro Ramon veio do Vitória, mas o pré-contrato foi feito pela antiga gestão. Por isso, a atual cúpula ainda irá avaliar os documentos e os moldes do contrato antes de fazer o anúncio.

Flamengo

Após uma temporada 2019 estendida, devido à disputa do Mundial de Clubes, o Flamengo começa 2020 com os jovens da base no Campeonato Carioca e, até o momento, duas novidades para o elenco. O atacante Pedro Rocha, que chega por empréstimo de um ano junto ao Spartak Moscou, da Rússia, e o zagueiro Gustavo Henrique, que pertencia ao Santos.

A diretoria ainda conversa para manter o atacante Gabigol. O empréstimo junto à Inter de Milão, da Itália, terminou no último dia 31 e o futuro do jogador ainda é uma incógnita. Outra pauta no radar do Fla é a renovação de contrato com o técnico Jorge Jesus, que tem vínculo até o fim de maio.

Fluminense

O Fluminense encerrou uma difícil temporada, mas conquistou o objetivo de se manter na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Para 2020, a diretoria conseguiu renovações importantes da equipe que se classificou para a Copa Sul-Americana, mas enfrenta dificuldades em outros casos. Apesar de não ter anunciado nenhum reforço, o Tricolor deve iniciar a temporada com muitas caras novas.

A prioridade do Tricolor era contratar um treinador que dê liga ao planejamento para a próxima temporada. E o Flu agiu rápido: Odair Hellmann é o novo técnico da equipe e participará da análise do elenco, que tem muitos titulares em fim de vínculo.

Indicados ou aprovados por ele chegam o lateral-esquerdo Egídio, os volantes Henrique e Yago Felipe e os atacantes Caio Paulista e Felippe Cardoso. O clube ainda negocia com Hudson, do São Paulo, e com joias sul-americanas. A ideia é diminuir o elenco profissional e em paralelo criar um time sub-23.

Alguns jovens deverão subir das divisões de base, como Marcelo, Luan, André, Calegari, Martinelli e Wallace, todos com passagens pela seleção brasileira. O Flu também tem interesse no retorno do ídolo Fred, rebaixado com o Cruzeiro.

Grêmio

O Grêmio vai reformar o elenco para a próxima temporada e a estratégia é liberar vagas com ao menos mais seis saídas. Além de buscar reforços no Mercado da Bola, o clube gaúcho pretende promover mais jovens da base para preencher o número total desejado no plantel.

Léo Moura, Felipe Vizeu, Rômulo, Thonny Anderson e André deixam a Arena do Grêmio, mesmo que sem custos. Luan foi vendido ao Corinthians. Em cotnrapartida, somente dois atletas chegaram para o elenco profissional: Victor Ferraz e Lucas Silva.

Inter


Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional

O Internacional passará por uma reformulação. Com Eduardo Coudet, o Colorado está em um momento financeiro melhor do que o ano passado, mas ainda sem o poder de realizar grandes movimentos no mercado da bola.

Entre saídas e chegadas são mais de 10 nomes que mudarão o perfil do elenco. A direção do clube promete entregar um time competitivo ao novo comandante, que já indicou e deve receber seu primeiro reforço nos próximos dias. Mas a ideia central é dar mais oportunidades aos jovens das categorias de base.

Até o momento, chegaram três reforços: Musto (volante, Huesca-ESP), Eduardo Coudet (técnico, Racing-ARG) e Rodinei (lateral direito, Flamengo).

Palmeiras


Foto: SE Palmeiras

O Palmeiras terminou 2019 sob grande pressão exercida por sua torcida e até por conselheiros e diretores. O Alviverde prometeu uma grande reformulação, que acabou interrompida com as saídas de Alexandre Mattos, ex-diretor, e Mano Menezes, ex-treinador.

O clube promete apostar bastante nas categorias de base e já tem algumas saídas confirmadas. A ideia de Maurício Galiotte é manter a renovação do plantel, agora trabalhando em conjunto com Vanderlei Luxemburgo, que vai comandar a equipe após a negociação frustrada com Jorge Sampaoli.

Edu Dracena (término de contrato), Fernando Prass (término de contrato), Henrique Dourado (término de contrato), Thiago Santos (vendido ao FC Dallas), Antônio Carlos (emprestado ao Orlando City), Artur (vendido ao Red Bull Bragantino) e Miguel Borja (emprestado ao Junior Barranquilla) deixam o clube.

O Palmeiras vai reaproveitar Vinicius, que estava no CRB, e Pedrão, que estava no América-MG. Os dois pertencem ao clube e voltam de empréstimo. Outros jovens da base como Gabriel Veron, Alan Guimarães, Patrick de Paula e Gabriel Menino terão chances.

Santos

O Santos terminou a temporada de 2019 como vice-campeão brasileiro e começa a desenhar o ano de 2020 com mudanças importantes.

Jorge Sampaoli foi desligado oficialmente do clube e o Peixe foi ao Mercado da Bola para contratar o português Jesualdo Ferreira. Duas peças importantes e que foram titulares no ano já deixaram o clube e o Santos ainda precisa definir seu planejamento para ir atrás de substitutos. O atacante Raniel foi o primeiro reforço anunciado, envolvido em troca com o São Paulo por Vitor Bueno. Nos mesmos moldes, o Peixe também mandou Victor Ferraz para o Grêmio e recebeu Madson.

Gustavo Henrique (fim de contrato), Jorge (fim de empréstimo junto ao Monaco), Yuri (Fluminense) e Rodrigão (Ceará) também deixaram o clube.

São Paulo


Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC

A ideia do São Paulo é receber cerca de R$ 160 milhões no próximo ano. Por causa do caixa enfraquecido e satisfeito com o seu time, o Tricolor Paulista está mais preocupado com a manutenção do elenco do que em fazer contratações.

Até o momento, o São Paulo anunciou apenas a ampliação do vínculo de Vítor Bueno, a contratação em definitivo de Tiago Volpi e a contratação de Igor Vinicius. O atacante assinou até 2023, sendo que antes estava emprestado apenas até o fim de 2020. Na transação, o Tricolor paulista cedeu Raniel ao Santos.

Por outro lado, Antony, Helinho e Walce estão na mira de outros clubes. Antony é disputado por clubes da Alemanha e chegou a receber uma proposta do RB Leipzig. Helinho e Walce foram sondados pelo Red Bull Bragantino. Hudson pode deixar o Morumbi para defender o Fluminense.

Vasco

Vasco já tem algumas situações definidas para 2020. O único reforço até o momento neste mercado da bola é o do centroavante argentino Germán Cano, de 31 anos, que nas últimas duas temporadas pelo Independiente Medellín (COL) disputou 88 jogos e fez 68 gols.

Entre contratos se encerrando e avaliações da diretoria e comissão técnica, já se sabe que alguns jogadores não serão aproveitados, casos do meia Valdívia, que teve seu vínculo de empréstimo do Internacional terminado e foi anunciado pelo Avaí.

O meia Fredy Guarín e o zagueiro Oswaldo Henríquez são tratados como prioridade de renovação. O atacante Rossi e o volante Richard também despertam o interesse da diretoria por uma extensão do contrato, porém, como estão emprestados, precisarão de uma negociação entre o Vasco e os clubes que detém seus direitos econômicos.

O clube tem o interesse no zagueiro Dedé, do Cruzeiro, e no lateral esquerdo Uendel, do Internacional. Um meia também pode pintar.