Notícias Placares ao vivo
Bayern Munique

O que está acontecendo com o Bayern? Está na hora de Kovac elaborar melhor sua equipe

10:23 BRT 19/10/2018
Robert Lewandowski Bayern Munich 06102018
O atual campeão da Alemanha ocupa o sexto lugar na tabela da Bundesliga, sem conseguir manter seu alto nível de antes

A equipe do Bayern de Munique não está obtendo o desempenho desejado nesta campanha de 2018/19.

A crise que toma a equipe com jogadores lesionados não é novidade, e torcedores esperam ansiosos pela recuperação deles, já que vários outros estão se lesionando ao mesmo tempo, atrapalhando o desenvolvimento do clube.

Nomes importantes, como Jerome Boateng, Franck Ribery e Arjen Robben já desfalcaram a equipe temporadas atrás, e no ano passado foi o mesmo com Manuel Neuer, David Alaba, Corentin Tolisso, Arturo Vidal e Kingsley Coman, fazendo com que o sonho da Champions League acabasse com uma derrota para o Real Madrid na grande final por 6 a 3 (no placar agregado).

Tem se tornado comum ver alguns astros do time bávaro ausentes por conta de lesões. Entretanto, é surpreendente que isso aconteça ainda no início da temporada.

A Bundesliga ainda não está perdida, há muito chão pela frente e o time tem capacidade de se recuperar.

O que realmente aflige os torcedores é o fato de jogadores importantes estarem se machucando muito cedo, como Corentin Tolisso e Kingsley Coman, por exemplo, que estão fora até a próxima pausa de fim de ano. Joshua Kimmich é o único jogador do alto escalão que está disponível na equipe.

O técnico Niko Kovac está vivendo uma grande pressão no Allianz Arena. Seu trabalho começou muito bem, com sete vitórias em sete jogos, em todas as competições. Porém, os ferimentos dos jogadores foram surgindo e atrapalhando o trabalho do técnico. Agora, o Bayern soma quatro jogos sem vencer.

Já houve pedidos para que Kovac fosse substituído logo no começo de seu mandato, mas quem está em campo não é ele. Equipes estão se beneficiando da má fase do Bayern, como o Gladbach, mas o próprio técnico Dieter Hecking não acredita que o desligamento de Kovac possa acontecer.


(Foto: Getty)

“O Bayern ainda era imbatível há três semanas sob o comando de Niko Kovac”, disse Hecking. “Dois jogos depois, começam a discutir sobre a crise dele. Não gosto dessa velocidade com que o nosso trabalho começa a ser falado de forma negativa, e a impaciência que já está se espalhando após dois ou três jogos fracos é muito exagerada”.

Além da falta de contratações e de problemas com jogadores lesionados, a temporada do Bayern tem falhado devido ao fraco desempenho de seus principais jogadores. Um grande exemplo é Robert Lewandowski, que começou a temporada marcando três gols nos quatro primeiros jogos da Bundesliga, e nada mais depois disso.

O mesmo pode ser dito sobre outros jogadores. Eles estão mais velhos e mais lentos, e talvez não tenham a mesma qualidade. Thomas Muller, Neuer e Boateng são exemplos que não conseguem mais alcançar os altos níveis de antes, e somente Kimmich parece estar fazendo jus ao seu alto faturamento, mas não se pode depositar toda a esperança em um jogador só.

Os problemas do Bayern podem ser resolvidos em campo, mas também é necessário que Kovac levante-se e se torne maior que seus jogadores. Tirar alguns jogadores que não possuem o mesmo desempenho de antes seria um bom começo.

O Bayern volta a competir pela Bundesliga fora de casa, neste sábado (20), contra o Wolfsburg. Depois, viajam para Atenas para competir a terceira rodada da Champions League, contra o AEK Atenas.