O que deu pra ver de Portugal nos últimos amistosos antes da Copa do Mundo

Comentários()
Getty Images
Nos últimos três desafios da equipe treinada por Fernando Santos, a dependência de CR7 voltou a ficar evidente

Atual campeã europeia, a seleção portuguesa chega para o Mundial da Rússia com vários holofotes sobre si. Pela conquista recente, inédita, na Eurocopa de 2016 e pela presença de Cristiano Ronaldo, o grande astro da equipe treinada por Fernando Santos e eleito melhor do mundo nos últimos dois anos.

Não existe muito segredo sobre o estilo de jogo luso: um 4-4-2 forte no meio-campo e apostando quase tudo na individualidade do seu camisa 7. E essa “Cristianodependência” voltou a ficar evidente nos últimos três amistosos realizados pelos portugueses, nesta reta final de preparação para a Copa do Mundo.

Foram dois empates e uma vitória no último amistoso, um resultado para encher os jogadores de moral e confiança de que, assim como aconteceu na final da Euro 2016, contra a França, é possível ser competitivo em alto nível sem uma atuação brilhante de Cristiano. Mas pelo outro lado, o triunfo veio no único jogo em que o madeirense disputou.

Portugal Tunusia Quaresma 280518Desatenções defensivas contra a Tunísia (Foto: Getty Images)

No dia 28 de maio, o empate em 2 a 2 com a Tunísia mostrou momentos de altos e baixos. André Silva, de cabeça, estufou as redes após cruzamento de Ricardo Quaresma. O meio-campista João Mário ampliou em belo chute da entrada da área, mas o time baixou a guarda e sofreu o empate. Uma lição que nos dois amistosos seguintes pareceu ter sido aprendida.

Dries Mertens Joao Mario Belgium Portugal international friendly 2018Nenhuma emoção contra a Bélgica (Foto: Getty Images)

O desafio seguinte, contra a Bélgica, foi pesado no papel... e entediante em campo. As duas equipes não fizeram muita coisa, mas dentro deste nível baixo, decepcionante para as expectativas, Portugal conseguiu chegar mais vezes ao ataque mesmo na casa dos adversários. Foram 13 finalizações contra 10, embora os dois lados tenham acertado o gol em três ocasiões... mas ninguém estufou as redes.

A vitória por 3 a 0 sobre a Argélia, no último desafio luso antes da estreia contra a Espanha, no próximo dia 15, foi o ponto alto. Cristiano Ronaldo enfim entrou em campo e demonstrou a entrega de sempre: foi quem mais finalizou (8 arremates) e fez um cruzamento certeiro para Bruno Fernandes cabecear e fazer o segundo gol.

GFX Cristiano RonaldoSonhos depositados em um só jogador (Foto: Getty Images)

Evidente que CR7 tem um grande peso no futebol de sua seleção, mas o último amistoso também mostrou um bom nível na exibição de seus meio-campistas. Jogadores habilidosos, como Bernardo Silva, do Manchester City, e João Moutinho. Chega com a confiança em alta, e encara já de cara a Espanha: um jogo que vai ditar o ritmo da briga pela liderança do Grupo B.


Informações dos últimos amistosos de Portugal

Formação tática: 4-4-2

Um goleiro para cada amistoso (Anthony Lopes, Beto e o titular Rui Patrício)

Pepe foi o único zagueiro titular nos três desafios, a mesma coisa aconteceu  com Raphael Guerreiro na lateral-esquerda. Cédric Soares ocupou o flanco direito na primeira linha nos últimos dois desafios – e isso fez a diferença especialmente na defesa.

Gonçalo Guedes foi o atacante que teve melhor aproveitamento (2 gols) e pode aparecer como parceiro de CR7 no lugar de André Silva. A disputa por vagas no meio-campo também foi destaque.


Próximo artigo:
São Paulo 4 x 1 Mirassol: Tricolor sai atrás, vira o placar, vê expulsão de rival e garante goleada em estreia do Paulista
Próximo artigo:
Após rumores do PSG, Barcelona tem nova reunião com De Jong
Próximo artigo:
Vanderlei à venda? Torcida do Santos compra briga para dar recado a Sampaoli
Próximo artigo:
Klopp comemora vitória apertada do Liverpool na Premier: "Estou muito feliz"
Próximo artigo:
Modric afasta saída do Real Madrid: "tenho mais um ano e meio de contrato"
Fechar