Momentos Campeões: O Kaiser Beckenbauer precisou só de um braço na Copa do Mundo de 70

Comentários()
Getty Images
Zagueiro da Alemanha jogou quase metade da maior partida da história das Copas com uma lesão na clavícula

A palavra Kaiser significa “imperador” em alemão, então para um jogador da Nationalelf receber a alcunha é necessário muita qualidade. Franz Beckenbauer tinha essa capacidade. O lendário defensor misturava técnica, liderança e raça como poucos na história, e isso ficou muito claro na semifinal do mundial de 1970.

Advertisement Todos os jogadores foram aplaudidos pela a entrega, mas nenhum tanto quando Beckenbauer. O Kaiser machucou a clavícula aos 25 minutos do segundo tempo, mas, com a sua equipe incapaz de fazer alterações, jogou o resto de um dos duelos mais equilibrados da história com o ombro imobilizado.
Franz Beckenbauer Benkhrif Boujemaa Mohammed El Filali West Germany Morocco World Cup 1970 03061970
(Foto: Getty Images)

E o defensor não se contentou em ficar em seu canto e fugir da bola. Um dos pais da posição de “líbero”, Beckenbauer era quem conduzia os alemães para o campo de ataque. As imagens dele carregando a bola com a mesma classe de sempre apesar de não poder mover o braço direito tornaram-se um testamento à classe de um dos melhores zagueiros de todos os tempos.

Infelizmente para os alemães, foi a itália quem classificou-se para a final de 70. A Nationalelf chegou a abrir o placar na prorrogação, mas após duas viradas, o jogo terminou 4 a 3 para a Itália.

aprovado Beckembauer 1970 | gfx goal|Clear 

Curiosamente, o Kaiser não achou que a partida foi tã fantástica assim. "O que as pessoas esquecem é que os primeiros 90 minutos foram bem comuns. A prorrogação que foi extraordinária", disse o defensor em 2007 ao saber que a partida foi eleita a melhor de todos os tempos por um jornal inglês.

O destino premiou a coragem de Beckenbauer. O braço imobilizado no México foi o mesmo que levantou a taça quatro anos depois. Ele ainda conquistou o seu bicampeonato mundial em 1990, dessa vez como técnico.

Próximo artigo:
“Não estamos bem, temos que ser sinceros”, diz Casemiro após outra derrota do Real Madrid
Próximo artigo:
Allegri elogia talento de CR7 para decidir jogos importantes: “por isso contratamos ele”
Próximo artigo:
Mercado de transferências: Os últimos rumores de Barcelona, Real Madrid, PSG e todos os grandes clubes
Próximo artigo:
Cristiano Ronaldo comemora primeiro troféu pela Juventus: “É apenas o começo”
Próximo artigo:
Leganés 1 x 0 Real Madrid: Grupo madrilenho passa mesmo com a derrota
Fechar