O dilema de Piqué: aposentar no Barcelona, mas apenas como titular

Gerard Piqué é um dos jogadores mais emblemáticos da geração vitoriosa do Barcelona. Aos 34 anos, o defensor espanhol já projeta o fim de sua carreira no futebol e diz que a ideia de se aposentar no Barcelona é algo "certo", mas que, para isso, precisará ser titular.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Em entrevista ao El País, na véspera do clássico contra o Real Madrid, o zagueiro ainda comparou a saída de Lionel Messi do Barcelona, com a debandada de Cristiano Ronaldo do clube da capital espanhola.

"Vou me aposentar no Barça. Isso é certo. O que não vou aceitar é me aposentar sendo reserva. Vamos ver. Se forem os três últimos meses de uma temporada e eu entender, então tudo bem. Mas um ano inteiro no banco? Não, não me apetece", declarou o camisa 3 do time catalão.

Mais artigos abaixo

Piqué é cria da base do Barcelona e é um dos jogadores mais identificados com o clube. Além disso, é um dos poucos remanescentes da fase mais vitoriosa dos culés. Ao todo, ele conquistou 30 troféus com a camisa do Barça.

O time catalão vem em uma fase difícil nessa temporada, especialmente após a saída de Lionel Messi. Ainda nessa entrevista ao El País, Piqué comparou esse momento de adaptação ao momento vivido pelo Real Madrid, quando perdeu Cristiano Ronaldo.

"Nunca se imagina que se pode sair. Mas é claro que é difícil para o melhor jogador da sua história sair. Embora fosse um momento que tinha que chegar. É importante ver como o clube reage. O Real Madrid, quando saiu Cristiano, também passou um tempo em que não conseguia um gol. Vivemos muitos anos com Leo e agora temos que encontrar novas referências. O problema é que o Leo te dava tudo. Tem jogadores que te dão gols, outros passes, outros se desmarcam... O Leo fazia de tudo. Você tem que encontrar muitos jogadores que dão a você o que apenas um deu a você", explicou Piqué.