Notícias Placares ao vivo
Brasil

Neymar: “Sei que quando perde as coisas caem nas minhas costas e as minhas são largas”

15:52 BRT 21/07/2018
Neymar Jr'sFive - 21/07/2018
Craque da Seleção Brasileira e do PSG citou a família como justificativa para não se abalar

Depois de deixar a Copa do Mundo sob muitas críticas e viralizar por supostamente simular e valorizar faltas e agressões, o atacante Neymar foi ovacionado durante evento no seu instituto neste sábado (21), na Praia Grande, litoral de São Paulo.

Em rápida e tumultuada passagem pela zona mista, o jogador brasileiro disse estar acostumado com as críticas e citou sua família como justificativa para não se abalar.


(Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP/Getty Images)

 

“Estou acostumado com as críticas desde que comecei a jogar futebol, então eu sei que quando se perde as coisas caem nas minhas costas e minhas costas são largas. Não tem problema nenhum. Eu sei do meu potencial e sei o que posso fazer”, afirmou.

“Tudo que fiz até agora, acho que não está errado. Cheguei muito longe e estou muito feliz com tudo isso. Claro que tenho motivos para estar triste, porque era um sonho que se acabou e que terei de novo só daqui quatro anos, mas o mundo não acaba. Tenho minha família, tenho o clube, então não posso ficar triste para o resto da vida. Eles não podem me ver assim. Tenho muitos mais motivos para estar feliz do que triste. Minha vida vai seguir e vou voltar com tudo para o PSG”, continuou.


(Foto: Josias Pereira/Divulgação)

 

 

Questionado sobre a declaração do diretor de seleções da CBF, Edu Gaspar, que disse após a eliminação da Copa do Mundo que é “difícil ser Neymar”, o craque respondeu

“Quem chega e fica mais próximo de mim sabe da dificuldade que é, do que é ser o Neymar. Mas eu acostumei. Já sei as coisas que falam de mim, já sei o que tem que fazer e vou me acostumando cada vez mais. Crescendo em todo o mundo... Bom, espero que tenham passado um dia muito lindo, porque eu de verdade estou muito contente”, finalizou.